Patrocinado
MERCADO

Conteúdo

Quatro novas plantas são habilitadas para exportação

feedfood

Quatro plantas frigoríficas passarão a exportar carne bovina para a China. A decisão foi anunciada pela Administração Geral de Alfândegas da China (GACC), na última quinta-feira (23). De acordo com o ministro da Agricultura e Pecuária (MAPA), Carlos Fávaro, são duas plantas de Rondônia, uma do Espírito Santo e uma do Pará.

Também foi anunciada hoje (27) a autorização para a retirada da suspensão de duas plantas frigoríficas que estavam suspensas e que vão poder voltar a exportar para a China: um abatedouro bovino no Mato Grosso e um frigorífico de frango no Rio Grande do Sul. 

Outras empresas estão com pequenas pendências junto à GACC, que devem ser resolvidas ainda durante a missão do MAPA à China: “É um conjunto de ações que beneficia a agropecuária brasileira, gera empregos e oportunidades a todos os brasileiros”, comenta Fávaro. 

O ministério brasileiro também anunciou que o governo chinês decidiu levantar o embargo à carne bovina brasileira. As importações do Brasil estavam suspensas desde fevereiro após a confirmação de um caso isolado e atípico de Encefalopatia Espongiforme Bovina (mal da “vaca louca”), identificado em uma pequena propriedade no município de Marabá (PA). 

Fonte: MAPA, adaptado pela equipe Feed&Food.

LEIA TAMBÉM:

Aculturamento da equipe é essencial para impulsionar ESG

Ícone da avicultura, Zoé Silveira D’Avila morre aos 101 anos

CEO’s do agro preveem queda nos negócios nos próximos anos

Patrocinado
Patrocinado