in

Produção nacional de ração cresce 5,2%

Segundo o Sindirações, primeiro semestre do ano somou 37,2 milhões de toneladas

Segundo o Sindirações, primeiro semestre do ano somou 37,2 milhões de toneladas

Ao manter a robustez na produção de rações, Brasil apresentou aumento de 5,2% na prática durante o primeiro semestre do ano. Volume somou 37,2 milhões de toneladas.

De acordo com o Sindicato Nacional da Indústria de Alimentação Animal (Sindirações), é projetado que o volume, incluindo também o sal mineral, vai superar 81 milhões de toneladas em 2020, o que representará um avanço de 4,5% em relação ao ano anterior.

Somando os seis primeiros meses de 2020 (de janeiro a junho), a produção de rações para frangos de cortes atingiu 17,5 milhões de toneladas, com incremento de 5%. No caso dos produtos voltados a suínos o crescimento foi de 4,5%, para 8,4 milhões de toneladas. Já a produção direcionada à pecuária leiteira aumentou 5%, para 2,8 milhões de toneladas, e à dirigida à alimentação de bovinos de corte registrou alta de 6,9%, para 2,3 milhões de toneladas.

Fonte: Sindirações, adaptado pela equipe feed&food.

Luis Schütz reforça equipe Safeeds

Confina Brasil mapeia Mato Grosso