Pesquisar
Close this search box.
Patrocinado
AQUICULTURA

Conteúdo

Produção de tilápia apresenta ciclos curtos em Tocantins (TO)

feedfood

Ao contar com condições edafoclimáticas ideais, região do Tocantins (TO) pode produzir tilápias com ciclos produtivos mais curtos, em comparação a grandes Estados, assim como também mostra que o cultivo do animal é economicamente viável. Pontos foram destacados em estudo realizado pela Empresa Brasileira de Pesquisa agropecuária (Embrapa) Pesca e Aquicultura.

Segundo a Embrapa, desde 2018, a legislação permite a criação da espécie no Estado. Os dados constam na publicação recém-lançada Aspectos técnicos e econômicos da produção de tilápias em tanques-rede no Lago de Palmas (TO), Parque Aquícola Brejinho II.

Para a pesquisadora Flávia Tavares de Matos, responsável pela pesquisa, as condições de clima, a qualidade e a quantidade de recursos hídricos disponíveis qualificam a região para se tornar um dos protagonistas na produção de peixes em nível nacional.

A iniciativa verificou, por exemplo, que o ciclo de produção da tilápia no Tocantins é de um mês e meio a dois meses mais curto do que nos Estados de maior produção da espécie em tanques-rede do País, como São Paulo e Paraná. Isso porque nessas regiões o inverno é mais rigoroso, enquanto a temperatura média da água no Tocantins é de 29 graus Celsius durante todo o ano.

“A produtividade de uma piscicultura está relacionada às condições edafoclimáticas da região e do ambiente de cultivo. Portanto, é imprescindível estudos de viabilidade técnica e de sustentabilidade de um sistema de produção nos três pilares: social, econômico e ambiental”, detalha a chefe-geral da Embrapa Pesca e Aquicultura, Danielle de Bem Luiz, ao ressaltar que o trabalho atende a importante demanda do setor produtivo.

Como mostram dos dados da Secretaria da Agricultura, Pecuária e Aquicultura do Tocantins (Seagro), os quatro grandes reservatórios federais alocados no Rio Tocantins (São Salvador, Peixe Angical, Lajeado e Estreito) possuem a capacidade de suporte para produção aquícola em torno de 290 mil toneladas ao ano. Neste cenário, a tilápia se destaca como espécie a ser cultivada em reservatórios, devido a rusticidade e “pacote tecnológico próprio bem desenvolvido”, pondera a Empresa.

Fonte: Embrapa, adaptado pela equipe Feed&Food. 

LEIA TAMBÉM:

Indicador de Preços da Tilápia chega em nova região

Copa do mundo: 70% do frango consumido no Catar é brasileiro

Exportações brasileiras de milho seguem em ritmo intenso