in

Produção de soja nacional deve agregar valor

ABAG aponta número maior de produtos processados feitos a partir do grão

Não é novidade que os grãos e as proteínas animais produzidas em território nacional apresentam bom desempenho e qualidade. Ao reforçar isso, com foco na soja, Associação Brasileira do Agronegócio (ABAG) aponta que oleaginosa tem muito potencial de crescimento, por meio da agregação de valor.

De acordo com presidente do Conselho Diretor da ABAG – Associação Brasileira do Agronegócio (ABAG), Marcello Brito, “há uma oportunidade para que o mercado evolua ainda mais, agregando um número maior de produtos processados feitos a partir do grão e fornecendo aos países compradores e ao mercado local, gerando novas divisas e mais renda à cadeia de produção”.

Contudo, para que isso, de fato, ocorra, Brito pondera ser necessário um trabalho de relações internacionais baseado na inteligência de mercado e no comércio internacional, ou seja, na visão de que os países de interesse são todos aqueles que compram do País. “Não pode haver viés ideológico nessa questão”, pontua.

Produção x clima

Referente às mudanças climáticas e a preservação do bioma Amazônico, profissional reforça ser preciso “enfrentar o desmatamento ilegal”. “Realmente, essa é uma questão criminal, mas que afeta o agro, pois essa área pode posteriormente ser utilizada para pastagem ou cultivo de alguma cultura”, alerta, ao dizer que, “com a Amazônia totalmente preservada, o agronegócio teria uma vantagem competitiva ainda maior”.

Para saber mais sobre o desenvolvimento do setor, veja a live “Protagonismo da soja na agricultura do Brasil e do mundo”, promovida pela BASE, no dia 22 de novembro. Clique aqui.

Fonte: A.I, adaptado pela equipe feed&food.

LEIA TAMBÉM:

Preços dos ovos apresentam recuo em São Paulo

Médico veterinário alerta sobre mastites

Palestra da JINC aborda carne cultivada

Embarques de carne suína crescem 11,9%

Relação entre Brasil e Rússia é motivo de comemoração

colagem

Conbrasul debate sobre sanidade avícola