Patrocinado
BOVINOCULTURA

Conteúdo

Primeiro Sumário de Dados da Pecuária Sustentável é lançado

Relatório contém considerações e recomendações para melhoria da produção brasileira
feedfood
Foto: reprodução

O primeiro Sumário de Dados da Pecuária Sustentável, que apresenta o panorama das fazendas participantes do Guia de Indicações de Pecuária Sustentável (GIPS), foi lançado pela Mesa Brasileira no dia 28 de setembro de 2023, na 60ª Expo Rio Preto.

Ao todo, foram analisados os dados de 925 fazendas que preencheram o GIPS, entre 2021 e 2022. A avaliação e interpretação desses dados proporcionou uma visão abrangente e concisa dos resultados e impactos obtidos por meio da implementação do Guia.

“Através do Sumário é possível identificar os avanços alcançados, os desafios enfrentados e as oportunidades que surgem para aprimorar ainda mais as práticas sustentáveis na cadeia produtiva da pecuária, delineando um panorama da pecuária sustentável e valorização do setor”, relata a diretora executiva da Mesa Brasileira, Luiza Bruscato.

O Pesquisador e Coordenador do Centro de Inteligência da Carne Bovina (CiCarne), Guilherme Malafaia, informou que, “foi realizada uma análise global dos cinco princípios avaliados no Guia: gestão, trabalhadores, comunidades, meio ambiente e cadeia de valor, trazendo informações de maiores e menores médias; diferentes regiões do Brasil; e conforme a aptidão de produção pecuária e o tamanho da propriedade”.

O relatório, produzido em parceria com o CiCarne da Embrapa Gado de Corte, contou com o patrocínio da Zoetis e Inttegra, organizações associadas da Mesa Brasileira. Ele também contém as considerações finais e recomendações para a melhoria dos processos nos sistemas produtivos do setor. 

Com base nas informações do Sumário e indicadores do GIPS, os pecuaristas podem tomar melhores decisões, implementar práticas responsáveis e promover uma gestão sustentável da atividade pecuária, contribuindo para a preservação do meio ambiente, o bem-estar dos trabalhadores, o fortalecimento das comunidades locais e a promoção de uma cadeia de valor da carne bovina mais sustentável.

Fonte: AI, adaptado pela equipe FeedFood.

LEIA TAMBÉM:

PIB do agro tem avanço acumulado de 0,5% em 2023

Ações brasileiras são destaque nas Conferências da FAO

Uso de tanino reduz emissão de GEE em 17% na pecuária