Pesquisar
Close this search box.
Patrocinado
MERCADO

Conteúdo

Preço pago ao produtor agropecuário segue em queda no Brasil

Baixa tem sido mais intensa do que observada no cenário internacional
feedfood
FOTO: REPRODUÇÃO

O movimento de baixa ao longo do ano de 2023 tem sido mais intenso do que o observado nos cenários de alimentos internacionais. Os preços pagos aos produtores agropecuários seguem em queda no Brasil.

Segundo dados do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea), da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz da Universidade de São Paulo (Esalq/USP), o Índice de Preços ao Produtor de Grupos de Produtos Agropecuários (IPPA/Cepea) calculou expressiva queda de 16,2%, entre os meses de janeiro e setembro deste ano quando comparado aos nove primeiros meses do ano passado.

Na mesma comparação, os preços internacionais dos alimentos (Índice da Organização para a Alimentação e Agricultura – FAO) recuaram em 14,7%, e os industriais (IPA-OG-DI), 4,8%. A taxa de câmbio (R$/US$), por sua vez, caiu 2,5%.

No último trimestre, entre os meses de julho e setembro deste ano, em relação aos anteriores, de abril e junho, o cenário permanece o mesmo. O IPPA/Cepea apresentou queda de 4,4%, os preços internacionais dos alimentos, 1,82%, e os industriais, 1,76%. A taxa de câmbio recuou 1,41% no período.

Conforme apresenta os pesquisadores do Cepea, a baixa entre de janeiro e setembro de 2023, está relacionada a queda observada de 22,5% para IPPA-Grãos/Cepea, mas também aos recuos observados ao IPPA-Pecuária/Cepea, de 10%, e ao IPPA-Cana e Café/Cepea, de 9,9%. Já para o IPPA-Hortifrutícolas/Cepea, ocorreu alta de 9,2% nos nove primeiros meses de 2023.

O estreitamento analisado no Índice formado por grãos se soma às desvalorizações para o algodão, milho, soja e trigo. As quedas nos preços do boi, do frango e do leite influenciaram no resultado negativo do IPPA-Pecuária/Cepea, enquanto a desvalorização do café também resultou na queda do IPPA-Cana e Café/Cepea.

Os movimentos dos Índices, na comparação entre os trimestres, foram os mesmos observados no ano, com quedas para o IPPA-Grãos/Cepea de 1,1%, para o IPPA-Pecuária/Cepea de 9,5% e para o IPPA-Cana e Café/Cepea de 5,8%, ao passo que o IPPA-Hortifrutícolas/Cepea avançou 3,7%.

FOTO: REPRODUÇÃO
Preço pago ao produtor agropecuário nacional cai com mais força (FOTO: REPRODUÇÃO)

Fonte: Cepea, adaptado pela equipe FeedFood.

LEIA TAMBÉM:

PIB do agro tem avanço acumulado de 0,5% em 2023

Ações brasileiras são destaque nas Conferências da FAO

Uso de tanino reduz emissão de GEE em 17% na pecuária