in

Preço interno da carne bovina é sustentado por exportações

Primeiro semestre do ano contabiliza novo recorde, com 932,34 mil toneladas embarcadas

CARNE BOVINA

Em alta, exportação recorde de carne bovina no primeiro semestre do ano sustenta preço interno da proteína. O levantamento realizado pelo Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea), ESALQ – USP foi divulgado nesta quinta-feira (07).

Segundo pesquisadores do Cepea, “com as vendas de carne no mercado brasileiro ainda registrando fraco desempenho e com o dólar valorizado frente ao Real, frigoríficos brasileiros que têm acesso ao mercado externo seguem focados neste canal de escoamento”. O cenário sustenta os valores internos do boi gordo, que seguiram em patamares elevados de janeiro a junho.

Como mostram os dados da Secex, de janeiro a junho, os embarques de carne bovina in natura totalizaram 932,34 mil toneladas, 26,71% acima do volume escoado no mesmo período do ano passado e 19,93% superior ao até então recorde para um primeiro semestre, registrado em 2020. “Quanto à receita, em moeda nacional, somou R$ 28,4 bilhões na primeira metade deste ano, forte aumento de 50,5% frente ao mesmo período do ano anterior e também um recorde”, destaca o Centro de Estudos.

Fonte: Cepea, adaptado pela equipe feed&food. 

LEIA TAMBÉM:

MAPA aponta dicas para compra de pescados

Agro brasileiro amplia exportações durante mês de março

13⁰ Simpósio Técnico da ACAV anuncia nova data

Eurotec Nutrition e Prado Saúde Animal se fundem

NHU/Chr. Olesen: joint venture eleva o nível da produção brasileira