in

Preço do bezerro permanece em queda e recua 25,2% em um ano

Segundo o Cepea, esse cenário é resultado da redução no abate das matrizes

Os preços dos bezerros estão em movimento de queda consecutiva desde o começo de 2022, como mostra o levantamento divulgado nesta quinta-feira (09), pelo Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea), ESALQ – USP.  

Segundo pesquisadores do Cepea, esse cenário é resultado de maiores investimentos em tecnologias por parte de pecuaristas, do aumento de produtividade e, sobretudo, da redução no abate de matrizes. Além disso, a chegada do período de desmama reforça a queda nos preços. 

Considerando-se as médias mensais deflacionadas, no acumulado da parcial deste ano, o Indicador do bezerro ESALQ/BM&FBovespa (nelore, de 8 a 12 meses, Mato Grosso do Sul) recuou 21%, passando para R$ 2.490,17 na parcial de junho (até o dia 7). 

Em junho de 2021, o animal era negociado a R$ 3.328,73, em termos reais. Ou seja, em um ano, a desvalorização do animal é de expressivos 25,2%. Todos os valores médios mensais foram deflacionados pelo IGP-DI de maio/22. 

Fonte: Cepea, adaptado pela equipe feed&food. 

LEIA TAMBÉM:

MAPA aponta dicas para compra de pescados

Agro brasileiro amplia exportações durante mês de março

13⁰ Simpósio Técnico da ACAV anuncia nova data

São Paulo chega a 400 municípios no programa +Leite Saudável

peconhentos

Cobb-Vantress pauta estratégias para reduzir custos de dieta