Patrocinado
BOVINOCULTURA

Conteúdo

Prazo para declarar vacinação contra Febre Aftosa encerra neste mês

O produtor rural tem até o dia 22 de dezembro para se comunicar
feedfood
FOTO: REPRODUÇÃO

O produtor rural tem até o dia 22 de dezembro para declarar a vacinação contra a Febre Aftosa do seu rebanho, de acordo com a Coordenadoria de Defesa Agropecuária (CDA), da Secretaria de Agricultura e Abastecimento (SAA).

A campanha realizada até a última sexta-feira (15) no Estado de São Paulo, estabeleceu que bovídeos, entre bovinos e bubalinos, com até 24 meses deveriam ser imunizados.

A declaração solicitada pode ser enviada por meio eletrônico através do sistema de Gestão de Defesa Animal e Vegetal (GEDAVE). Caso não seja possível, o produtor poderá acessar a declaração via internet, preenchê-la e entregá-la pessoalmente na unidade da Defesa Agropecuária mais próxima.

FOTO: REPRODUÇÃO
Prazo para declarar vacinação contra Febre Aftosa e Brucelose encerra neste mês (FOTO: REPRODUÇÃO)

O produtor também precisará declarar todos os demais animais existentes na propriedade, como equídeos (equinos, asininos e muares), suídeos (suínos, javalis e javaporcos), ovinos, caprinos e aves (granjas de aves domésticas, criatórios de avestruzes), além dos bovídeos que foram imunizados.

O criador que não comunicar a vacinação estará sujeito a multas que variam entre 03 e 05 Unidade Fiscal do Estado de São Paulo (UFESP) por animal, sendo de 05 UFESP’s 171,30 reais por cabeça não vacinada e de 03 UFESP’s 102,78 reais por cabeça não comunicada. O valor de cada Unidade Fiscal é de 34,26 reais para este ano corrente.

Clique aqui e acesse o endereço para cadastro da declaração.

Fonte: A.I, adaptado pela equipe FeedFood.

LEIA TAMBÉM:

PIB do agro tem avanço acumulado de 0,5% em 2023

Ações brasileiras são destaque nas Conferências da FAO

Uso de tanino reduz emissão de GEE em 17% na pecuária