Patrocinado
BOVINOCULTURA

Conteúdo

Phibro anuncia projeto vencedor do 2º Desafio da Pecuária Responsável 

Ação busca reformar pastos sem revolvimento, criar corredor ecológico e melhorias para o bem-estar animal 
feedfood
Foto: Reprodução

Wellington Torres, de São Paulo (SP) 

Wellington@ciasullieditores.com.br 

Criado pela Phibro Saúde Animal para fomentar o desenvolvimento e o aprimoramento colaborativo, o 2º Desafio da Pecuária Responsável teve seu desfecho na noite desta quinta-feira (19), em São Paulo. Durante o encontro especial, a empresa anunciou o projeto vencedor da edição. 

A iniciativa, como frisa a Phibro, tem como objetivo valorizar o capital humano na busca por mentes inovadoras que revolucionem as cadeias da carne bovina e do leite, o bem-estar dos animais, a segurança dos alimentos e o futuro do planeta.  

Ao todo, foram selecionados 38 participantes, com idade média de 41 anos. Desse número, 10 se tornaram semifinalistas e 3 foram escolhidos por uma comissão técnica para a grande final, com suporte de votação aberta e entrega do prêmio de R$ 15 mil. 

“É um programa idealizado para dar voz às pessoas que fazem o dia a dia do setor com bem-estar animal, sustentabilidade e diversos outros temas”, declarou o diretor de Marketing e Serviços Técnicos para a América do Sul, Ivan Bergonsini Fernandes.  

O grande vencedor do ano foi o pecuarista e administrador Miguel Rech. O profissional de 72 anos, de Nova Monte Verde (MT), apresentou o projeto “Fazenda Caruru”. A iniciativa, como contou durante apresentação, visa intensificar o sistema de cria dobrando a capacidade de lotação de matrizes na mesma área de pasto. As estratégias incluem análise de solo, viabilidade econômica e sustentabilidade.  

Ambientalmente, a ação, apadrinhada pela Friboi, busca reformar pastos sem revolvimento, criar corredor ecológico com árvores nativas e melhorias para o bem-estar animal. Entre os resultados esperados, estão a maior produtividade e preservação dos recursos naturais. 

Comitê técnico do prêmioconta com Phibro, Embrapa Gado de Leite, Notícias do Front e Associação Brasileira das Indústrias Exportadoras de Carnes Industrializadas (Abiec) (FOTO: REPRODUÇÃO)

“Não encaminhamos o projeto para competir, mas sim divulgar a ideia é possibilitar que mais pessoas tenham acesso a ela. O que acontece na prática aumenta a responsabilidade em realizarmos o projeto de forma 100% correta, para que todos os envolvidos se beneficiem, inclusive a sociedade”, destaca Rech, ao frisar a importância de unir a preservação do meio-ambiente com sustentabilidade, responsabilidade, bem-estar animal e desenvolvimento dos colaboradores.  

Para o country manager da Phibro Saúde Animal no Brasil, Mauricio Graziani, “dentro das porteiras do 2º Desafio da Pecuária Responsável, demos espaço para pessoas brilhantes dedicadas à sustentabilidade e ao bem-estar animal”. “Essas inovações promissoras não apenas transformarão a produção de proteínas animais, mas também irão asseguram o bem-estar dos rebanhos e a segurança dos alimentos e desempenharão papel vital no futuro do planeta. São essas mentes inovadoras que, com suas ideias revolucionárias, moldam um caminho mais sustentável para a pecuária”, comemora.  

LEIA TAMBÉM:

PIB do agro tem avanço acumulado de 0,5% em 2023

Ações brasileiras são destaque nas Conferências da FAO

Uso de tanino reduz emissão de GEE em 17% na pecuária