in

Peixe Br visa dobrar exportação de pescados em 2020

Fazenda Cristalina, localizada no interior de São Paulo tem contribuído para mudança

Wellington Torres, de Fartura/SP

[email protected]

A produção de pescados em território brasileiro segue em contínua expansão, e mesmo que de uma forma tímida, tem conquistado seu espaço dentre as cadeias de proteínas animais. Com isso, e ao dar continuidade a programação do Road Show 2020, oferecido pela Texto Comunicação Corporativa, nós da equipe Feed&Food pudemos ter contato com uma das propriedades que contribuem para essa ascensão, a fazenda Cristalina, que trabalha em parceria com a Associação Brasileira da Piscicultura (Peixe Br), localizada na cidade de Fartura, interior de São Paulo.

A visita que contou com o acompanhamento do presidente executivo da Peixe Br, Francisco Medeiros, girou em torno da exposição do processo de integração, seja do peixe mais jovem, chamado de juvenil, e da integração por meio do processo de engorda, ambos realizados pela fazenda.

Segundo Medeiros, as Fazenda Cristalina é um exemplo a ser seguido. “O que observamos através de estudos, é que a tendência e consolidação de ambientes como esse (da Cristalina), onde possuem produção própria, processam, comercializam e integram, é o futuro do setor”, afirmou, complementando que apesar do local não ser uma das empresas grandes do Brasil, é uma das mais competitivas, com um grande diferencial, o produto.

A propriedade também é uma das beneficiadas pela campanha #comomaispeixe, que de acordo com Mederios, tem como resultado do trabalho a mudança de uma superoferta de tilápia com baixa remuneração ao produtor, para uma escassez do mercado e boa remuneração do produtor.

“Ela uma campanha capitaneada pela Texto, que até o mês passado (fevereiro) chegou a dez milhões de pessoas e como resultado nós temos o mercado aquecido para o produtor” comemorou.

Mercado.  Referente as exportações, o presidente da Peixe Br estima dobrar os números.  “Com o dólar no nível atual e com a competitividade do setor, acredito que nos próximos meses conseguiremos crescer muito”, declaro. O mesmo lembrou à nossa equipe que em 2019, as exportações aumentaram 26% e que esse número deverá ser dobrado em 2020.

“O importante é que o setor tem crescido muito e vai continuar crescendo, este vai ser um ano de dois dígitos de crescimento, assim como a competitividade”, indagou Medeiros.

Fazenda Cristalina. Com mais de 25 anos de tradição com o pescado, uma carteira de mais de 400 clientes e certificada pelo SIF, que garante sanidade e alta qualidade dos produtos, a empresa familiar regida pelo Mauro Nakata, produz 200 toneladas de tilápia por mês, que posteriormente são enviadas para restaurantes e afins.

Segundo Mauro Tadashi Nakata, diretor tesoureiro e produtor de tilápia da fazenda Cristalina, as expectativas para o primeiro semestre do ano são referentes ao período da Semana Santa.

“Para o final do primeiro semestre, daqui até a semana santa, é uma época que o peixe se vende sozinho, então, é a nossa safra, sendo este o nosso principal período do ano”, afirmou.

No entanto, Nakata declarou que após a data é comum ter uma queda na procura pela proteína, porém “por conta do dólar alto e questões como a do coronavíus, existe a possibilidade de se  ter uma falta de oferta de outros peixes no mercado após a data comemorativa, o que pode fazer com que a tilápia e outros pescados produzidos na américa do sul, substituam o peixe que é importado da Ásia, nos beneficiando”, explicou.

Saúde animal coloca Brasil em destaque

Especialistas debatem situação do setor leiteiro