in

Pecuaristas devem estar atentos às condições das pastagens

A oferta de animais para abate tende a crescer um pouco neste período do ano

Em período do qual as pastagens começam a ficar deterioradas, Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (CEPEA), da ESALQ – USP pontua maior atenção por qualidade e preço. Texto foi divulgado nesta quinta-feira (05).

Segundo o Cepea, “a oferta de animais para abate tende a crescer um pouco neste período, o que, por sua vez, pressiona as cotações da arroba”.

“De fato, a série do Cepea de 1995 a 2021 mostra que, em média, os valores da arroba recuam 2,5% entre abril e maio no mercado paulista (Indicador CEPEA/B3) – para esse cálculo, foram considerados os valores médios mensais deflacionados pelo IGP-DI março/22, explica o Centro de Estudos.

Na parcial de maio deste ano, a média do Indicador CEPEA/B3 está em R$ 333,38, soma praticamente estável frente à do mês anterior. Contudo, para os pesquisadores do Cepea, “este movimento pode se alterar em anos distintos e, também, em cada região do território nacional”.

Fonte: Cepea, adaptado pela equipe feed&food.

LEIA TAMBÉM:

MAPA aponta dicas para compra de pescados

Agro brasileiro amplia exportações durante mês de março

13⁰ Simpósio Técnico da ACAV anuncia nova data

Alagoas imuniza mais de 120 mil animais contra PSC

unnamed 21

Evonik participa da Feira Internacional da Agroindústria