in

Ourofino inova com espaço na AgTech Garage

Empresa visa estreitar o relacionamento com startups que desenvolvam soluções

Empresa visa estreitar o relacionamento com startups que desenvolvam soluções

A Ourofino Saúde Animal inaugurará um espaço no recém-lançado hub da AgTech Garage, no Vale de Piracicaba (SP), reconhecido como o “Vale do Silício” da tecnologia para a agricultura, para desenvolver soluções inovadoras integradas ao agronegócio. No local, produtores do município e de outras regiões do país poderão se relacionar com as equipes de marketing e de PDI (Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação) da empresa para que novas ideias sejam geradas e viabilizadas com a ajuda de startups nacionais e internacionais relacionadas ao projeto.

“Com a iniciativa, buscamos tangibilizar o pilar de Inovação Integrada da nossa empresa por meio de ferramentas concretas que resolvam problemas do produtor na ponta, promovendo uma maior produtividade do setor e fomentando o propósito de reimaginar a saúde animal”, afirma José Ricardo Maio, diretor de PDI da Ourofino, parceira de inovação do projeto.

Única do segmento de saúde animal no hub da AgTech Garage, a companhia poderá contribuir em diversas frentes para o desenvolvimento de soluções focadas na realidade da agropecuária brasileira, segundo afirma José Tomé, sócio-fundador da AgTech Garage. “A Ourofino é uma empresa referência em sanidade animal e atende ao que estamos buscando: grandes parceiros para construir e gerar valor para as startups de diferentes formas.”

No total, 350 startups de diferentes nacionalidades são parceiras do hub e todas estão dedicadas a pensar em soluções que possam promover a eficácia no campo. “Entramos na AgTech Garage com a ideia de construir um trabalho de longo prazo e pretendemos, junto com os idealizadores, traçar estratégias que ajudem a aumentar o número de startups, sempre com foco em estabelecer soluções para os nossos clientes”, explica o diretor de PDI da Ourofino Saúde Animal.

Maio ainda pontua que é possível ampliar a quantidade de novos projetos por meio de um trabalho de captação de empresas, sejam elas startups, sejam elas de outro porte. Nesse sentido, a Ourofino avaliará a possibilidade de entrar como codesenvolvedora de soluções de companhias que não puderem atuar presencialmente no Brasil, de forma que seja possível viabilizar ideias para ajudar a relação do homem com a gestão e produtividade no campo.

Kleber Gomes, CFO e diretor de relação com investidores da Ourofino, destaca que a produtividade é a palavra-chave para a competitividade do produtor de qualquer frente de atuação, seja de gado de corte ou leiteiro, seja de suinocultura ou avicultura. “Nosso trabalho é levar aos produtores inovações em soluções e iniciativas que fortaleçam o setor como um todo e, justamente, impulsionem a produtividade”.

Fonte: A.I., adaptado pela equipe Feed&Food.

Carne de frango: exportações cresceram 34,9%

Topigs Norsvin multiplica experiência de parceiros