in

Ourofino disponibiliza relatório com resultados de 2020/21

Material também aponta plano de futuro e práticas sustentáveis

OUROFINO

Com foco na transparência perante todos os públicos, a indústria de defensivos agrícolas Ourofino Agrociência disponibiliza no site institucional o Relatório Anual 2020/21, que substitui o antigo Relatório de Sustentabilidade. No documento, constam informações relevantes sobre o último exercício societário, encerrado em março, e de temas variados, indo do aspecto financeiro à condução do capital humano, contemplando ainda as iniciativas voltadas para as esferas ambiental, social e de governança (ESG).

Desde o ano passado, a empresa tem a atuação alinhada aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), da Organização das Nações Unidas. São 17 norteadores identificados pela entidade, que buscam, entre outras coisas, erradicar a pobreza, promover a igualdade de gênero e incentivar o consumo e a produção responsáveis. Os temas centrais da gestão da Ourofino Agrociência estão diretamente alinhados a esses parâmetros, são eles: inovação, pesquisa e conhecimento; qualidade e segurança do produto; parcerias de longo prazo; integridade empresarial; conformidade e certificação; e estratégia comercial.

O relatório apresenta dados de destaque desse último exercício. Alguns dos valores apresentados são relativos às práticas sustentáveis da companhia, que em um ano adverso devido à pandemia, conseguiu promover economias que reduzem diretamente o impacto das operações corporativas da Ourofino Agrociência no meio ambiente. A intensidade de emissão de gases de efeito estufa (GEE) sofreu uma redução considerável de 29,2% com as práticas de redução no uso de veículos e consumo de energia, em relação ao período 2019/20.

Outro ponto que significou avanço nesse último exercício é referente aos efluentes industriais gerados no complexo de Uberaba (MG), que caiu 45,7% a partir de melhorias de engenharia de produção, tais como a ampliação da reutilização da água de limpeza e padronização do processo de setup das linhas fabris.

De acordo com Luciana D’Elboux Lourenço, Diretora de Gestão de Pessoas, a empresa também conseguiu, em um ano de cenários tão incertos, reafirmar seu compromisso de cuidado com as pessoas e de valorização da vida. “Todas as nossas ações tinham um propósito claro de cuidar em primeiro lugar das pessoas e suas famílias. Em cerca de uma semana, mobilizamos toda a operação administrativa da empresa para o trabalho remoto e implantamos protocolos rígidos de segurança na fábrica, que seguiu trabalhando para suportar as demandas do agronegócio brasileiro.”

Luciana reforça que a Ourofino Agrociência celebra ainda os resultados financeiros do exercício de 2020/21, que terminou positivo para a Ourofino Agrociência – com faturamento superior a R$ 1,5 bi – e serviu para o fortalecimento de metas. Caminharão juntos, na visão de futuro da companhia, o crescimento do negócio e a rentabilidade; a valorização de pessoas e o desempenho; excelência operacional; sustentabilidade e oportunidades; pesquisa e soluções inovadoras; e ampliação do portfólio, que envolve um plano robusto relacionado ao lançamento de moléculas inéditas no país.

A nova edição do relatório está disponível para download no site ourofinoagro.com.br, assim como as demais edições tornadas públicas a partir de 2015.

Fonte: A.I, adaptado pela equipe feed&food.

LEIA TAMBÉM:

Contínua valorização do milho afeta pecuaristas

SP realiza Fórum sobre retirada da vacinação contra Febre Aftosa

Biovet

Gerente de Vendas Avicultura é anunciada pela Vaxxinova

carne de frango

Exportações de frango de Santa Catarina crescem 13%