in

Neutralidade de carbono é pautada pela Evonik

A certificação TÜV Rheinland confirma baixa emissão de carbono na produção de Biolys®

unnamed 29
REPRODUÇÃO

Em passos largos, Evonik está próxima da neutralidade de carbono na produção de Biolys®, em Castro, no Paraná. A certificação TÜV Rheinland confirma baixa emissão na produção do produto que, a cada quilo, libera 0,06kg de CO2e.

Segundo o responsável pela fábrica de Castro, que iniciou a produção do Biolys® em 2015, Miguel Menezes, a iniciativa “estabelece um novo benchmark com foco nas mudanças climáticas”. A fábrica foi construída estrategicamente ao lado de uma das plantas da Cargill, que fornece dextrose de milho, ingrediente fundamental para a produção da ferramenta.

“As Avaliações do Ciclo de Vida (ACV), que mensuram os impactos ambientais de um produto ao longo de toda a sua vida, seguem a normativa ISO 14040, método comprovado para mensurar o impacto ambiental de um produto ao longo de todo o seu ciclo de vida, desde a matéria-prima até a produção, distribuição, uso e disposição”, explica o responsável pelo Departamento de Sustentabilidade de Nutrição Animal da empresa, Michael Binder.

O fato da principal matéria-prima vegetal utilizada na produção do Biolys® ser proveniente de lavouras cultivadas pelo método tradicional e das rotas de transporte serem curtas, exerce um impacto muito positivo sobre a pegada de carbono na cadeia produtiva.

Além disso, “em Castro, pudemos adotar um processo de fabricação com biotecnologia de alta eficiência e livre de resíduos, técnica que a Evonik vem otimizando há décadas”, acrescenta Menezes. Adicionalmente, mais de 90% das exigências energéticas do processo são supridas por fontes de energia renováveis. Os fatores, baseados em dados primários, foram incluídos na avaliação de ciclo de vida submetida em 2021 ao crivo da empresa alemã TÜV Rheinland para fins de certificação.

“Em Castro, mostramos o que é viável quando as condições são adequadas. Isso nos oferece um modelo de otimização da pegada de carbono para aplicar em outros locais de produção ou produtos”, finaliza Binder.

Fonte: A.I, adaptado pela equipe feed&food. 

LEIA TAMBÉM:

MAPA aponta dicas para compra de pescados

Agro brasileiro amplia exportações durante mês de março

13⁰ Simpósio Técnico da ACAV anuncia nova data

Mastite

Cresce concentração na produção de leite em Santa Catarina

fertilizantes ff

Caravana Embrapa FertBrasil chega ao Estado de São Paulo