Patrocinado
AVICULTURA

Conteúdo

Nebulização auxilia contra doenças respiratórias

Nebulização auxilia contra doenças respiratórias Estratégia correta melhora desempenho das aves durante períodos mais quentes
feedfood
Estratégia correta melhora desempenho das aves durante períodos mais quentes

A chegada do verão com altas temperaturas e baixa umidade é um fator de risco para a qualidade do ar, o que aumenta o desafio em termos de problemas sanitários das aves. “Essas condições favorecem o aparecimento de doenças respiratórias, como bronquite infecciosa, laringotraqueíte e pneumovírus, além da irritabilidade no trato respiratório, seja de forma biológica ou física”, explica Ana Caselles, gerente técnica regional da SANPHAR Saúde Animal. “O período mais quente é ideal para a suspensão de alguns bioaerossóis – partículas, partes ou micro organismos inteiros que podem provocar algum tipo de infecção nas aves a partir do contato e quantidade de partículas físicas presentes nos galpões”, complementa Ana.

A gerente técnica da Sanphar recomenda a nebulização dos galpões como alternativa mais indicada para lidar com esses bioaerossóis e doenças respiratórias. “A nebulização é recomendada para baixar a pressão de infecção nos galpões, principalmente em aves acometidas por esse tipo de doença ou em regiões com histórico de grandes desafios e persistência de vírus respiratórios. É uma importante ferramenta complementar às demais medidas de biosseguridade para garantir a saúde das aves, assim como manter a produtividade e o bom desempenho zootécnico dos lotes”.

Há propriedades que fazem nebulização exclusivamente com água para melhorar a umidade relativa do ar. Ana Caselles recomenda que o procedimento seja realizado com desinfetante específico, aproveitando para diminuir a pressão infecciosa nos galpões.

Já a frequência de utilização dá-se conforme a dimensão do desafio sanitário. Em situações de problemas respiratórios graves, a recomendação é fazer nebulização diária com desinfetante durante as primeiras 4 a 6 semanas. Após esse período, a aplicação pode ser reduzida a 3 vezes na semana. Ana Caselles explica que a frequência da nebulização é essencial pensando na qualidade. O desinfetante ideal fica em suspensão através de micro gotículas que por contato com as partículas suspensas diminuem a pressão de infecção sem acometer o trato respiratório das aves.

Com o objetivo de prevenção e controle de problemas respiratórios em aves, a SANPHAR Saúde Animal conta em seu portfólio com o desinfetante biocida Timsen, à base de cloreto de alquil dimetil benzil amônia 40%. O desinfetante age na estrutura dos micro organismos sem agredir a saúde das aves. Timsen tem, ainda, o poder tensoativo, conferindo às gotículas um tamanho menor e permitindo que elas fiquem suspensas por mais tempo. Além disso, tem alta solubilidade devido à fórmula patenteada em formato de cristais solúveis para altas e baixas temperaturas de água.

Fonte: A.I.

Patrocinado
Patrocinado