in

Minerva Foods realiza programa ‘Educar para Transformar’

A iniciativa, no terceiro ano consecutivo, atua com foco no incentivo à educação

reprodução

A Minerva Foods realizou, pelo terceiro ano consecutivo, o programa ‘Educar para Transformar’, que atua com foco no incentivo à educação.

Em 2022, a ação proporcionou a doação de 2,8 mil kits escolares aos filhos dos colaboradores da Minerva Foods, com idade entre seis e quatorze anos, em todas as suas operações no Brasil. Os kits são compostos por mais de 20 itens referenciados pelo Ministério da Educação, que incluem mochila, cadernos, lápis, borracha, entre outros.

Como parte da entrega e do envolvimento social da Companhia com as comunidades em que atua, cada unidade ainda recebeu kits adicionais para doação às escolas das respectivas comunidades, escolhidas pelos próprios profissionais da empresa. Ao todo, 957 kits foram destinados para instituições públicas das cidades nas quais a Minerva Foods opera.

“O Programa Educar para Transformar é uma iniciativa alinhada aos valores da Companhia que contribui efetivamente para o incentivo à educação nas regiões onde atuamos. Ao longo de três anos, o projeto auxiliou milhares de crianças e adolescentes no período de volta às aulas e contribuiu na promoção de uma educação de melhor qualidade, com acesso a itens fundamentais para aprendizagem”, reforça o Diretor de Recursos Humanos da Minerva Foods, José Roberto Affonso

O Educar para Transformar é mais uma iniciativa da Minerva Foods desenvolvida em linha com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da ONU. Em três anos de existência, o projeto já beneficiou milhares de crianças nos municípios e regiões onde a Companhia mantém unidades de produção, como Araguaína/TO, Barretos/SP, Janaúba/MG, José Bonifácio/SP, Mirassol D’Oeste/MT, Palmeiras de Goiás/GO, Paranatinga/MT e Rolim de Moura/RO.

Conheça as escolas que receberam os kits em 2022:

Araguaína/TO: Escola Municipal Cabo Luzimar Machado; Escola Municipal Manoel Lira e Colégio Estadual Campos Brasil

Barretos/SP: E.M Prof. Giuseppe Carnimeo; Escola Municipal Sagrados Corações e E.M Fausto Lex

Janaúba/MG: CEMEI Cantinho Feliz; CEMEI Casinha Feliz e Escola Municipal Américo Soares de Oliveira

José Bonifácio/SP: Escola Municipal Meu Cantinho Centro de Atendimento e Aprendizagem; Escola Municipal José Roberto Candido da Costa e E.E.Prof. Aparecido Euzebio Torres

Mirassol D’Oeste/MT: Centro Educacional Vereador Edson Athier Almeida Tamandare; E.E. Pe. Jose de Anchieta e E.E. Pedro Galhardo Garcia

Palmeiras de Goiás/GO: E.M. Itamar Perillo; Escola Estadual Dona Maricota e E.M Orestino Manoel de Siqueira

Paranatinga/MT: E.M Chapeuzinho Vermelho; E.M Rui Barbosa e E.M Teles Pires

Rolim de Moura/RO: E.M.E.I.F o João Batista Dias; E.E.E.F.M Priscila Rodrigues Chagas e E.M.E.I.E.F Dina Sfat

Fonte: A.I, adaptado pela equipe feed&food.

LEIA TAMBÉM:

Suinocultura deve encerrar ano com bons números

Avicultura se mostra robusta em produção, exportação e consumo

FAESP comemora fim de embargo chinês à carne bovina

VBP do Agro deve chegar a R$ 1,2 trilhão em 2022

Entenda o diferimento estratégico de pastagens na prática