in

Minerva Foods participa de pacto global da ONU

Companhia afirma que iniciativa reforça trabalho já realizado nos últimos anos

foto: reprodução

Em linha com a sua estratégia de Sustentabilidade, a Minerva Foods se tornou membro signatário do Pacto Global da Organização das Nações Unidas (ONU).

A ação tem como objetivo estimular as companhias a adotarem em suas práticas de negócios dez princípios universais, além de desenvolverem ações que contribuam para o enfrentamento dos desafios da sociedade. Com a adesão, a Minerva Foods reforça os princípios universais do Pacto Global em sua estratégia de atuação, além de reportar, anualmente, o progresso realizado.

“Este movimento faz parte de nossa estratégia e reforça o trabalho que temos realizado nos últimos anos com foco no fomento da Sustentabilidade em todos os elos da cadeia. Com essa assinatura, passamos a fazer parte da maior rede internacional de líderes empresariais e assumimos o compromisso de incorporar os dez princípios do Pacto Global às nossas estratégias, a fim de promover uma gestão ainda mais sustentável e em linha com nossos esforços no âmbito do desenvolvimento responsável do nosso negócio, respeitando o meio ambiente e as pessoas”, destaca Taciano Custódio, Diretor de Sustentabilidade da Minerva Foods.

O Pacto Global é o maior movimento de sustentabilidade do planeta, composto por iniciativas de política estratégica para empresas comprometidas a se enquadrar nos princípios globais de direitos humanos, ética e transparência. A iniciativa apoia o setor empresarial para o alcance dos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) estabelecidos pela ONU até 2030.

Os 10 Princípios Universais do Pacto Global são: Apoiar e respeitar a proteção dos direitos humanos; Não ser acessório para abusos de direitos; Apoiar os princípios de liberdade de associação e sindicato e o direito à negociação coletiva; Eliminar o trabalho forçado e obrigatório; Abolir qualquer forma de trabalho infantil; Eliminar a discriminação no emprego e na ocupação; Manter uma abordagem preventiva que favoreça o meio ambiente; Encorajar iniciativas que promovam maior responsabilidade ambiental; Favorecer o desenvolvimento e a difusão de tecnologias ambientalmente amigáveis e Combater a corrupção em todas as suas formas, como extorsão e suborno.

Fonte: A.I, adaptado pela equipe feed&food.

LEIA TAMBÉM:

Preços dos ovos apresentam recuo em São Paulo

Médico veterinário alerta sobre mastites

Palestra da JINC aborda carne cultivada

churrasco

Ação reforça consumo de diferentes carnes em churrascos

Foto Rene Marcio CarneiroPesca 8 1024x706 1

Da extração ao cultivo, entenda a importância do Engenheiro de Pesca