in

Micotoxinas na América Latina é tema de eBook

‘Micotoxinas: prevalência na América Latina em 2021’ é oferecido pela Vetanco

book micotoxinas 2021

Conhecidas como metabólitos tóxicos gerados por espécies de fungos em situações de estresse, as micotoxinas demandam atenção redobrada. Pensando nisso, Vetanco lança edição 2021 de eBook.

O informativo, com foco na prevalência de micotoxinas na América Latina, destaca a importância de conhecer o tipo que afeta as matérias-primas, para assim estabelecer uma estratégia adequada de controle e prevenção.

“Analisar e entender a incidência de micotoxinas ajudará os nossos clientes a terem ‘um norte’ de como conduzir as suas decisões”, comenta o Gerente de Marketing da Vetanco, Thiago Moreira Tejkowski. Iniciativa se encontra na quarta edição.

O evento de lançamento aconteceu com programação on-line, no dia 21 de abril, e contou com a participação do professor Carlos Mallmann, referência em micotoxinas para a América Latina e de profissionais do laboratório Neogen, que disponibiliza os materiais para realização do levantamento.

Como destaca a empresa, o eBook ‘Micotoxinas: prevalência na América Latina em 2021’ apresenta informações sobre a prevalência de seis micotoxinas encontradas em oito países da América Latina – Argentina, Brasil, Bolívia, Costa Rica, Equador, México, Peru e Uruguai. As micotoxinas estudadas foram as aflatoxinas (AFLA), fumonisinas (FUMO), deoxinivalenol (DON), zearalenona (ZEA), ocratoxina A (OCRA) e toxina T-2 /HT-2.

“O eBook apresenta os resultados da monitoria de micotoxinas realizada pela Vetanco nesses países e, com isso, nosso objetivo é fazer com que os profissionais entendam qual é o principal desafio de sua região e, assim, saibam quais ferramentas utilizar na prevenção do problema como os inativadores de micotoxinas, entre outras”, destaca o Consultor Técnico – Aves da Vetanco, Fabrizio Matté.

Para o profissional, “ao longo dos anos acontecem mudanças nos perfis de micotoxinas encontradas no campo”. Por isso, entender a dinâmica de variação é muito importante, “pois conseguimos correlacionar país com país, período de sazonalidade com alguma intempérie da natureza, entre outros aspectos, e essas informações podem auxiliar e muito nossos clientes”.

No Brasil, as principais micotoxinas que estão em prevalência são a DON e a Fumonisina, conforme levantamento de 2021. Para baixar o eBook, clique aqui.

Fonte: CNA, adaptado pela equipe feed&food.

LEIA TAMBÉM:

MAPA aponta dicas para compra de pescados

Agro brasileiro amplia exportações durante mês de março

13⁰ Simpósio Técnico da ACAV anuncia nova data

ministro brasil ministro egito

Brasil e Egito desejam ampliar comércio bilateral

Árvores em sistemas ILPF neutralizam emissão de metano