in

Manejo de inverno para frangos de corte é pauta levantada pela Cobb

Manter o aquecimento do galpão contribui com bom arranque de peso

Uma boa estratégia de manejo direcionada para os dias mais frios tem impacto direto no desempenho dos frangos de corte e, consequentemente na lucratividade do produtor. O aquecimento adequado, uma boa vedação da cortina do galpão e cuidados especiais nestes dias de temperaturas mais baixas, especialmente nas primeiras três semanas de vida das aves, são importantes para um bom arranque de peso e têm consequências positivas ao longo de toda a vida produtiva do animal, defendeu o médico veterinário e especialista em Frango de Corte e Ambiência da Cobb-Vantress na América do Sul, José Luís Januário. “Um bom arranque de peso é essencial no lote de frango”.

O especialista destaca a importância de um aquecimento adequado não somente na primeira semana de vida, mas sobremaneira na segunda e na terceira semana de vida das aves. “Muitas vezes os produtores reduzem alguns cuidados a partir da segunda semana, quando abrem espaço para os pintinhos. No entanto, este período é muito importante porque as aves ainda não têm capacidade de manter a homeotermia, e falhas nas condições ambientais, podem levar a um arranque de peso mais baixo com consequências negativas ao longo de toda a vida produtiva”, salientou Januário.

Para ele, a grande preocupação no manejo de inverno é a manutenção da temperatura corporal constante. “Precisamos ter foco no aquecimento das aves jovens desde a fase inicial. Assim, é necessário aquecer as granjas para manter o plantel com temperatura constante”. O uso de equipamentos, como campânulas a gás, mais usadas em granjas de matrizes e em algumas granjas de pintos de corte, e fornalhas a lenha, mais comumente utilizadas por aqui, contribuem para manter a fonte de calor para as aves. Além disso, Januário reforçou a importância de seguir a tabela de temperaturas desejadas para cada idade de produção dos frangos, que está disponível nos manuais e nas orientações dos técnicos das empresas.

Outra ferramenta estratégica defendida pelo executivo é um bom manejo das cortinas dos galpões, permitindo um bom isolamento das granjas. “O manejo de abertura e fechamento de cortinas é especialmente importante em granjas convencionais e influenciam os resultados do avicultor. É preciso estar atento no bom isolamento da granja”. Para aviários climatizados, ele destaca trabalhos com ventilação mínima, feita com exaustores em ciclos de ventilação, e o uso de inlets de entrada de ar, que são equipamentos essenciais em granjas climatizadas, encerrou o especialista que discutiu o tema Manejo de Inverno em treinamentos virtuais realizados para equipes técnicas e produtores da Coopavel, da GTFoods e da Avivar.

Fonte: A.I.

LEIA TAMBÉM:

Contínua valorização do milho afeta pecuaristas

Ourofino abre inscrições para programa de estágio

SP realiza Fórum sobre retirada da vacinação contra Febre Aftosa

CARNE DE FRANGO

Campanha da Ceva arrecada 1 tonelada de carne de frango

Nutricionista destaca vazio sanitário na produção avícola