in

Mais de R$ 58 mi são liberados pelo Programa Terra Brasil

Recursos são destinados para financiamento de crédito rural e investimentos em infraestrutura

DINHEIRO

Por meio do Programa Nacional de Crédito Fundiário (Terra Brasil – PNCF), foram liberados R$ 58,99 milhões dos recursos do Fundo de Terras e da Reforma Agrária.  A somativa, com foco nos trabalhadores rurais, é referente ao intervalo de janeiro a junho deste ano.

Segundo o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), das 529 operações analisadas nesse período pelo Departamento de Gestão do Crédito Fundiário (Decred) da Secretaria de Agricultura Familiar e Cooperativismo do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (SAF/ Mapa), 62,4% foram na região Nordeste; 14,4% no Sul; 13,4% no Sudeste e 9,6% no Centro-Oeste. É previsto que o Programa beneficie mais de 400 agricultores no acesso à terra até o final de 2022.

“O Terra Brasil – PNCF é um conjunto de ações e projetos, complementares à reforma agrária, que oferece condições para que os agricultores sem acesso à terra ou com pouca terra possam comprar imóvel rural por meio de um financiamento de crédito rural, oriundo dos recursos do Fundo de Terras e da Reforma Agrária, e aos investimentos básicos e integrado pelo Subprograma de Combate à Pobreza Rural”, explica o MAPA.

Vale ressaltar que a iniciativa tem como objetivo principal o acesso à terra, contribuindo para a geração de renda, segurança alimentar e fortalecimento da agricultura familiar. Além da terra, os recursos financiados podem ser utilizados na estruturação da propriedade e na contratação de Assistência Técnica e Extensão Rural (Ater). Todo o procedimento para a contratação se dá por meio de parcerias entre os governos federal, estadual e municipal”, afirma o MAPA.

Fonte: A.I, adaptado pela equipe feed&food. 

LEIA TAMBÉM:

MAPA aponta dicas para compra de pescados

Agro brasileiro amplia exportações durante mês de março

13⁰ Simpósio Técnico da ACAV anuncia nova data

Prêmio Curuca de Sustentabilidade anuncia um dos vencedores

Exportações de pescado dobram no primeiro semestre de 2022