in

Livro destaca papel do agro brasileiro na economia mundial

Material conta com artigo do pesquisador da Embrapa, Alcido Elenor Wander.

A fim de contar um pouco de como funciona o agronegócio brasileiro, livro “O Papel do Agronegócio Brasileiro nas Novas Relações Econômicas Mundiais”, lançado nesta quinta-feira (09/09), na Expointer 2021, em Esteio (RS). Material conta com artigo do pesquisador da Embrapa, Alcido Elenor Wander.

O material, intitulado “Bioeconomia e agronegócio brasileiro – perspectivas e desafios do Programa Nacional de Bioinsumos”, foi escrito em parceria com Renato de Sousa Faria, advogado, doutorando em Agronegócio e chefe de gabinete da Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento de Goiás (Seapa), aborda conceitos relacionados à utilização de bases renováveis na agricultura e seus desafios e aborda os bioinsumos.

“Estes, são produtos de base vegetal, animal ou microbiana, destinados ao uso na produção, no armazenamento e no beneficiamento agropecuários, também nos sistemas de produção aquáticos ou de florestas plantadas, capazes de interferir positivamente no crescimento, no desenvolvimento e nos mecanismos de resposta de animais, plantas, microrganismos e substâncias derivadas, que possam interagir com produtos, processos físico–químicos e biológicos”, explica a Empresa.

Vale ressaltar que a iniciativa é um lançamento da editora Synergia e foi coordenado pelos advogados Daniela Garcia Giacobbo e Leandro Mello Frota.  Segundo os organizadores, a ideia de montar uma coletânea de artigos surgiu em 2020 diante do desempenho expressivo do agronegócio brasileiro em meio à pandemia de Covid-19, que enfraqueceu a atividade econômica em vários setores. Para saber mais, clique aqui.

Fonte: Embrapa, adaptado pela equipe feed&food.

LEIA TAMBÉM:

Grupo Bayer no Brasil terá primeira mulher presidente

J.A Saúde Animal comunica falecimento de Diretor-Executivo

BRF reduz em 4% consumo de água e economiza 473 milhões lt

avicultura

Apesar da demanda firme, avicultura paulista segue receosa

Safra 2020/21 de grãos apresenta retração de 1,8%