in

Mais 4 linhas de crédito agropecuário serão suspensas

Motivação para a medida, segundo nota do BNDES, foi a alta demanda

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) informou na quinta-feira (19) que suspenderá a oferta de crédito em mais quatro linhas de financiamentos agropecuários. A motivação, segundo a nota, é a alta demanda pelos empréstimos neste início de safra.

Confira os programas fechados:

  • 1 – Programa de Incentivo à Inovação Tecnológica na Produção Agropecuária (Inovagro);
  • 2 – Programa para Construção e Ampliação de Armazéns (PCA), no tocante a operações destinadas ao financiamento de uma ou mais unidades de armazenagem de grãos que somadas não ultrapassem 6 mil toneladas, com taxa efetiva de juros prefixada de até 5,5% ao ano;
  • 3 – Programa Nacional de Apoio ao Médio Produtor Rural (Pronamp) para operações de custeio;
  • 4 – Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf) Investimento, exclusivamente no tocante às linhas de crédito de investimento com taxa de juros prefixada de até 4,5% ao ano.

“Os recursos disponibilizados até o momento no âmbito dos programas se referenciaram nos limites equalizáveis disponibilizados pelo Governo Federal no lançamento do Plano Safra 2021/2022”, informou o banco em nota.

Outras suspensões

Na quarta-feira (18), o BNDES havia informado a suspensão dos pedidos de financiamentos do Procap-Agro Giro, destinado às cooperativas agropecuárias. Antes, foram fechados os protocolos para as operações de PCA com juros de 7% ao ano e do Prodecoop.

Fonte: Valor Econômico, adaptado pela equipe feed&food.

LEIA TAMBÉM:

ACCS tem sua primeira mulher presidente

Embrapa lança plataforma on-line com foco na aquicultura

Embrapa Gado de Leite reinaugura Laboratório de Nanotecnologia

Agroindústria poderá crescer 7,4% em 2021, diz FGV Agro