Pesquisar
Close this search box.
Patrocinado
MERCADO

Conteúdo

Linha de capital de giro para produtores de leite é elaborada 

No total serão R$707 milhões de limites remanejados para esta finalidade
feedfood
Foto: reprodução

A criação de uma linha de crédito com subvenção federal destinada a capital de giro específica para cooperativas de produtores de leite que enfrentaram dificuldades com as importações de lácteos do Mercosul e os preços baixos na cadeia neste ano, será encaminhada como proposta ao Conselho Monetário Nacional (CMN).

Conforme informou o ministro da Agricultura, Carlos Fávaro, na última quarta-feira (06), o objetivo é utilizar os recursos do Plano Safra 2023/24 que foram devolvidos pelas instituições financeiras que não conseguiram aplicar. No total serão R$707 milhões de limites não utilizados, remanejados para esta finalidade.

A proposta é que R$200 milhões sejam destinados para o Banco do Brasil e R$507 milhões para o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

Segundo Fávaro, a ideia é que as cooperativas tenham a oportunidade de apoiar a repactuação de dívidas de pecuaristas para criar uma linha de crédito específica destinadas aos produtores de leite dentro do Procap-Agro – programa que já concede capital de giro para o campo.

FOTO: REPRODUÇÃO
No total serão R$707 milhões remanejados para esta finalidade (FOTO: REPRODUÇÃO)

Para ele, o endividamento não é grande comparado a outras áreas, mas é dramático. “É em torno de R$8 milhões, não é exagero, mas vai tirar de onde? A linha será para que as cooperativas possam atender os cooperados, repactuar o endividamento criado no período de importações excessivas e preços achatados”, relatou.

Anualmente, a medida terá o juros aproximado de 8%, com prazo estimado de seis anos para o pagamento e dois para carência. O Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA), também irá administrar o  remanejamento de recursos para linhas do Pronaf, que têm juros mais baratos, de 4% ao ano.

“Vamos dar atenção especial no fim do ano à agricultura familiar”, concluiu o ministro.

A linha deverá ser votada no CMN durante a reunião do dia 21 de dezembro.

FOTO: REPRODUÇÃO
Linha deverá ser votada no CMN durante a reunião do dia 21 de dezembro (FOTO: REPRODUÇÃO)

Fonte: Globo Rural, adaptado pela equipe FeedFood.

LEIA TAMBÉM:

PIB do agro tem avanço acumulado de 0,5% em 2023

Ações brasileiras são destaque nas Conferências da FAO

Uso de tanino reduz emissão de GEE em 17% na pecuária