in

Integração entre universidade e setor produtivo

Simpósio Goiano de Avicultura propôs debate conjunto entre as partes

39038898 - modern chicken farm, production of white meat
Simpósio Goiano de Avicultura propôs debate conjunto entre as partes

O Simpósio Goiano de Avicultura realizado no início de junho, em Goiânia (GO), contou com uma proposta de integração entre universidade e o setor produtivo. O presidente da Associação Goiana de Avicultura (AGA), Cláudio Faria, falou durante cerimônia de abertura e fez menção ao apoio da Universidade Federal de Goiás (UFG).

A cerimônia de abertura contou ainda com a presença da Diretora da Escola de Veterinária da UFG, Maria Clorinda Fioravanti, do Superintendente do Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento (MAPA), José Eduardo França, em GO, Joel Rocha, do Sebrae-GO, Ricardo Santin, Diretor de Mercados da Associação Brasileira de Proteína Animal(ABPA) e Presidente do Conselho Diretivo do Instituto Ovos Brasil.

As autoridades ressaltaram a importante representatividade do Estado de Goiás na produção avícola nacional. Faria também exaltou a parceria com a UFG, que facilita a interação entre a Universidade e o setor produtivo.

O primeiro dia contou com palestras como a de Valéria Maria da Silva Souza, Diretora de Gestão e Desenvolvimento Organizacional da Pif Paf Alimentos. “Nosso principal objetivo é garantir que o capital humano alavanque o negócio e promova o bem-estar das pessoas e sua integralidade social”, afirmou ela.

Já no segundo dia o professor José Henrique Stringhini, da UFG, falou sobre a nutrição de reprodutoras e qualidade da progênie. Para ele, é preciso respeitar as características fisiológicas específicas no desenvolvimento precoce em pintos para o bom desempenho dos frangos. Além disso, Stringhini considera que é importante aumentar os estudos sobre a nutrição de reprodutoras.

Fonte: A.I., adaptado pela equipe Feed&Food.

China retoma importação de carne bovina brasileira

Genus avança com iniciativa de resistência à PRRS