in ,

Controle sanitário foi debatido em webinar promovido pela Sanphar

Temática foi abordada durante o segundo módulo da série de webinars SANTalks #biosecurity

A rastreabilidade é essencial para o efetivo controle sanitário de granjas de aves e suínos,  afinal, trata-se de um processo que pode proteger os animais contra “inimigos” e também contribui, e muito, para o controle em caso de risco sanitário. Este foi o tema principal do segundo módulo da série de webinars SANTalks #biosecurity, promovido pela SANPHAR Saúde Animal.

Palestrante no evento, a dra. Masaio Mizuno, professora Titular Emérita de Epidemiologia das Doenças Infecciosas da FMVZ-USP, explica que para a correta profilaxia das doenças “é preciso conhecer o inimigo”. Ela enfatiza que “é preciso estudar profundamente os mecanismos de propagação viral em populações animais, assim como sua prevalência e frequência de ocorrência. Só assim podemos controlá-los desde sua saída do animal infectado à chegada ao animal suscetível”.

A especialista da USP afirma que a contaminação ambiental deve ser reduzida ao mínimo, de modo que a pressão de infecção de granjas seja diminuída e, consequentemente, haja redução na concentração de agentes potencialmente patogênicos nos ambientes, além do necessário controle de eventuais doenças que possam aparecer. “Esse é um desafio muito grande e constante, principalmente na avicultura de corte e, particularmente, no período pré alojamento”.

Luis Gustavo Corbellini, professor licenciado da UFRGS e CEO da Corb Science Solutions, discutiu os riscos de tais patógenos em um processo de planejamento, implantação e monitoramento de programas de biosseguridade. “É importante que toda a sociedade esteja envolvida com a biosseguridade. O risco é inevitável e está em todo lugar. Devemos lembrar que risco zero não é uma opção”, informa o especialista. Corbellini destaca que as estratégias de biosseguridade visam estabelecer um nível de segurança dos seres vivos por intermédio da diminuição do risco de ocorrência de qualquer ameaça. “A prevenção não é apenas um método mais barato; também é mais efetivo e recomendável”, disse.

Tendências e conceitos

A série de webinars SANTalks #Biosecurity tem como objetivo abordar as principais tendências e conceitos de biosseguridade e apresentá-los ao mercado de forma prática e objetiva. O ciclo de eventos conta com a participação de palestrantes renomados e será distribuído em cinco módulos, realizados entre 21 de julho e 17 novembro de 2021.

Próximo Módulo

O terceiro módulo acontece em 22 de setembro, às 18h (horário de Brasília) com a participação dos especialistas, Dra. Jalusa Deon Kich e Dr. Alberto Back e tem como tema “Pontos Críticos no Programa de Limpeza e Desinfecção”, e que discutirá sobre os desafios sanitários na produção animal  e ferramentas assertivas de limpeza e desinfecção.

Para mais informações e inscrição para os próximos módulos, acesse: https://conteudo.sanphar.net/santalks

LEIA TAMBÉM:

ACCS tem sua primeira mulher presidente

Embrapa lança plataforma on-line com foco na aquicultura

ovo

Poder de compra do produtor de ovos apresenta elevação

FACTA abre inscrições para simpósio sobre coccidiose