in

ICC fala sobre imunonutrição na produção animal

Empresa investe em tecnologia, pesquisa e desenvolvimento de aditivos nutricionais naturais

Melina Bonato web
REPRODUÇÃO

Ao visar o sustento da produção de alimentos saudáveis e acessíveis de forma científica e disruptiva para uma população mundial crescente, ICC trabalha para contribuir com a otimização da produção animal. Empresa investe em tecnologia, pesquisa e desenvolvimento de aditivos nutricionais naturais.

 “A produção sustentável e segura de alimentos é uma das bandeiras da ICC. Temos ciência de como os nossos aditivos naturais podem contribuir para a saúde e bem-estar dos animais”, destaca o Diretor Global de Vendas e Marketing da ICC, Otavio Fregonesi.

Para a Gerente de Pesquisa e Desenvolvimento (P&D) da ICC, Melina Bonato, responsável pelas constantes ações ao redor da imunonutrição e seus impactos positivos para a saúde e desempenho animal, os “nossos estudos apontam os efeitos positivos do uso de β-glucanas, MOS e nucleotídeos como imunomoduladores na produção animal”.

 “Percebemos a crescente busca por informações sobre imunonutrição. Todos os elos da cadeia produtiva passaram a buscar soluções nutricionais que tenham impacto na microbiota intestinal e sistema imune dos animais. Contudo, a nutrição, manejo e sanidade ainda são os pilares fundamentais para o enfrentamento dos mais variados desafios”, ressalta Melina.

A profissional, ao reforçar a missão de compartilhar conhecimento técnico e científico, explica a criação do “Conexão Imune ICC”, um programa com objetivo de compartilhar pesquisas, atualizações e soluções relacionadas à imunonutrição em parceria com os principais especialistas da área. “Em nossa última edição contamos com as contribuições do Professor Dr. Luiz Felipe Caron, abordando os ‘Aspectos práticos da imunonutrição’”, recorda.

Ainda de acordo com ela, a discussão perante o tema deve ir além da substituição ao uso dos AGP’s, pois os imunonutrientes não somente podem prevenir e controlar patógenos, mas podem induzir uma resposta sistêmica e impactar diretamente na saúde, bem-estar e desempenho dos animais.

Fonte: A.I, adaptado pela equipe feed&food.

LEIA TAMBÉM:

Tereza Cristina vai ao Canadá em busca de novas oportunidades

Preço do milho sobe quase 18% após conflito europeu

Debate sobre legislação encerra XIX Congresso de ovos

CEVA

SBSA: Ceva realizará pré-evento focado em Bronquite Infecciosa

DE HEUS renata marangoni 01

Nutrição de aves demanda diversificação de ingredientes