in

ICC amplia debate sobre imunonutrição durante IPVS2022

Empresa destaca importância e reforça protagonismo ao lidar com o assunto

IPVS2022 1 1

Wellington Torres, do Rio de Janeiro

[email protected]

Ao caminhar junto do desenvolvimento da suinocultura mundial, ICC marca presença no IPVS2022. O evento híbrido ocorre de 21 a 24 de junho, no Riocentro Convention & Event, no Rio de janeiro.

Como explica o Gerente Global de Produtos para Monogástricos da empresa, Daniel Miranda, a palestra de Breno Beirão, professor de microbiologia, imunologia e vacinologia na Universidade Federal do Paraná, durante o pré-congresso, no painel de nutrição, foi parte de um programa chamado Conexão Imune, que visa promover os benefícios da imunonutrição aplicados na produção animal, através de webinars, webséries, artigos técnicos e eventos. Apresentação ocorreu nesta terça-feira (21).

“O IPVS realizou um pré-congresso sobre imunidade via nutrição e aproveitamos a nossa missão de promover o aperfeiçoamento técnico da cadeia produtiva de suínos para ressaltar os benefícios de alguns imunonutrientes, em especial a levedura de cana, para manutenção da saúde e bem-estar animal”, destaca Miranda.

Segundo o profissional, neste cenário, apoiar o maior evento científico de suínos do mundo como patrocinador do pré-congresso potencializa as ações da ICC focadas na suinocultura, uma vez que a empresa “tem como principais pilares a ciência e a inovação, os mesmos do IPVS”. A empresa é reconhecida pela produção de soluções naturais à base de levedura. 

“O nosso objetivo é tornar o tema imunonutrição mais acessível para os profissionais da cadeia produtiva de suínos, ressaltando sua importância e seus benefícios”, reforça o Gerente Global.

A iniciativa, como complementa o responsável pelo marketing da ICC, Everton Gardezan, é resultado de investimentos constantes em pesquisa e ciência realizados ao longo dos 30 anos de história, o que possibilita ofertar soluções naturais de alta performance para nutrição e saúde animal, com o objetivo de suportar a produção de alimentos segura, acessível e sustentável.

“Quando falamos de imunonutrição, a ICC é referência. O tema é foco das nossas pesquisas há mais de 10 anos”, finaliza Gardezan.

LEIA TAMBÉM:

MAPA aponta dicas para compra de pescados

Agro brasileiro amplia exportações durante mês de março

13⁰ Simpósio Técnico da ACAV anuncia nova data

IPVS2022 1

Evento reforça importância da democratização da informação

Abertura do Canadá confirma qualidade da carne catarinense