Pesquisar
Close this search box.
Patrocinado
EVENTOS

Conteúdo

Guabi apresenta soluções para o desempenho das criações

feedfood

Quem é produtor de camarões e peixes sabe bem que são animais que possuem características muito específicas durante as etapas de crescimento e precisam de cuidados especiais, principalmente na alimentação, uma das responsáveis por gerar condições para a plena performance. O uso de rações específicas, formuladas com ingredientes que permitam maior absorção, é fundamental para obter os resultados planejados. Nesse sentido, a utilização de rações 100% extrusadas permite ganho nutricional e melhor desenvolvimento do animal.  

Visando levar ainda mais conhecimento ao criador sobre a importância da escolha correta de produtos que atendam às exigências nutricionais, estas e outras soluções serão apresentadas aos produtores por representantes do setor Aqua da Guabi Nutrição e Saúde Animal na 18ª Feira Nacional do Camarão (FENACAM’22), que acontece entre os dias 15 e 18 de novembro de 2022, no Centro de Convenções de Natal (RN). 

Há quase 20 anos a Guabi Nutrição e Saúde Animal lançou as primeiras rações extrusadas para camarões no Brasil é a única empresa que produz utilizando esse processo sem interrupção. No stand da empresa no evento, os criadores podem encontrar informações sobre a linha completa, desenvolvida para oferecer mais energia e proteína digestível para garantir crescimento mais rápido de melhor qualidade. O constante aperfeiçoamento dos produtos permite que a empresa sempre ofereça um material exclusivo e com maior rendimento. Esse é o resultado de uma rigorosa formulação científica para a criação de produtos, mantendo as fórmulas atualizadas e incorporando substâncias e aditivos naturais cada vez mais eficazes.  

As rações extrusadas são alimentos formulados, moídos e misturados de maneira homogênea, remoídos, cozidos com altas temperaturas e pressão por tempo controlado e curto e passam por uma matriz que determina o diâmetro e comprimento. Esse processo aumenta a disponibilidade dos nutrientes, evita uso de aglutinantes, permite maior conteúdo de gorduras (fonte de energia) além de esterilizar os alimentos.  

“Entendemos a demanda do criador porque estamos diariamente no campo, planejando, acompanhando e orientando cada um dos nossos parceiros. Conhecemos os nossos clientes, as fazendas e os desafios, por isso conseguimos criar e oferecer alimentos que atendem as necessidades tanto do negócio, visando rentabilidade do criadouro, quanto do bem-estar dos animais, visando inclusive a qualidade do alimento que será produzido naturalmente, sem adição de fármacos. Essa ração extrusada garante ainda mais qualidade para o pescado e eficiência econômica para que está administrando”, disse o gerente de Produtos para Aquacultura da Guabi Nutrição e Saúde Animal, João Manoel Cordeiro Alves. 

Ele destaca que a presença da empresa na FENACAM possibilita maior aproximação com quem está na base da produção nacional e permite mostrar os benefícios dos produtos, como utilizá-los e quais oferecer para cada época da criação. O produtor deve se planejar para atender o seu mercado e os investimentos devem estar alinhados com o planejamento. A equipe técnica da Guabi Nutrição e Saúde Animal pode auxiliar desde a fase de elaboração da produção até a despesca.  

A programação contemplará o XVIII Simpósio Internacional de Carcinicultura; XIV Simpósio Internacional de Aquicultura; XVII Festival Gastronômico de Frutos do Mar; XVII Sessões Técnicas e Cientificas – Aquicultura e Carcinicultura e a XVII Feira Internacional de Serviços e Produtos para a Aquicultura. Durante os encontros, haverá palestras sobre os mais variados e atualizados temas para as atividades da carcinicultura e da aquicultura, brasileira e mundial. Entre os temas abordados estarão um panorama da produção mundial, os avanços tecnológicos da nutrição, genética e larvicultura, manejo, comércio e os investimentos no mercado digital.  

Informações da Associação Brasileira dos Criadores de Camarão (ABCC), mostram que o mercado nacional ainda está em pleno crescimento e precisa conquistar mais espaço. As estimativas são continuar essa evolução que vem acontecendo nos últimos anos. Uma das saídas para escoar a produção é a exportação e o processamento do camarão que, fresco como a maioria é comercializada, não chega aos pontos mais distantes das áreas de produção. 

Fonte: A.I, adaptado pela equipe Feed&Food. 

LEIA TAMBÉM:

Ministro Marcos Montes reforça o poder do agro brasileiro

Empresa brasileira é premiada no ESG Reporting Awards

Em 2023, Pork Nutrition realizará expedição internacional