in

Forte demanda mantém preço do suíno vivo em alta

Cenário é observado em todas as regiões acompanhadas pelo Cepea

Devido ao bom ritmo de embarques e do consumo doméstico, preços do suíno vivo continuam em alta. Cenário é observado em todas as regiões acompanhadas pelo Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea), da Esalq/USP.

Segundo o Cepea, na parcial de abril (até o dia 27), o suíno vivo registrou média de R$ 7,03/kg na região de SP-5 (Bragança Paulista, Campinas, Piracicaba, São Paulo e Sorocaba), uma alta de 5,1% sobre março.

“Esse movimento vem mantendo em recuperação o poder de compra do suinocultor paulista frente ao farelo de soja, importante insumo de alimentação, que, por sua vez, registra desvalorização”, explica o Centro de Estudos.

Ao que se refere ao milho, pesquisadores do Cepea alertam que o cenário segue desfavorável ao suinocultor, ‘tendo em vista que o avanço dos preços do cereal é ainda mais intenso que o observado para o animal vivo”.  

Fonte: Cepea, adaptado pela equipe feed&food.

LEIA TAMBÉM:

Contínua valorização do milho afeta pecuaristas

Ourofino abre inscrições para programa de estágio

SP realiza Fórum sobre retirada da vacinação contra Febre Aftosa

Evonik investe em Centro de Tecnologia Aplicada

Implementação do Selo Arte foi tema de workshop do MAPA