in

FAO elege novo diretor-geral

Governo brasileiro apoiou oficialmente a eleição de Qu Dongyu

Governo brasileiro apoiou oficialmente a eleição de Qu Dongyu

O vice-ministro da Agricultura e dos Assuntos Agrários da China, Qu Dongyu, foi eleito neste domingo (23), o novo diretor-geral da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO). O governo brasileiro apoiou oficialmente a eleição de Dongyu.

A eleição ocorreu durante a 41ª Conferência da FAO, que contou com a participação da ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), Tereza Cristina, em seu discurso, a gestora da Pasta congratulou o brasileiro José Graziano, atual diretor-geral da organização e que encerrará o segundo mandato em julho.

“O Professor Graziano foi eleito com base em sua capacidade de traduzir em políticas públicas as aspirações da sociedade brasileira na busca pela segurança alimentar.  Nesses últimos 8 anos, a FAO e seus membros responderam com compromissos ambiciosos aos importantes desafios globais que se afiguraram. O Brasil está disposto a fazer ainda mais – e, em contrapartida, o País também pedirá mais dessa organização”, disse a ministra.

Em seu último discurso pela FAO, Graziano defendeu mudanças no processo agrícola, com inovação e sustentabilidade para impedir o desmatamento e o esgotamento dos recursos naturais. Segundo ele, há lugar no mundo para a agricultura familiar e fefendeu que a organização continue focada na desnutrição das populações mais vulneráveis.

Fonte: MAPA, adaptado pela equipe feed&food.

De Heus apresenta tecnologias na Megaleite 2019

Seca exige estratégias para suplementação bovina