in

Fake news: porque o ovo NÃO é a menstruação da ave

Luisa Mell fez declaração equivocada em entrevista – especialista rebate

Luisa Mell fez declaração equivocada em entrevista – especialista rebate

Natália Ponse, da redação

[email protected]

O termo “fake news” se tornou comum no dia a dia das pessoas – infelizmente. A disseminação de notícias equivocadas faz com que as informações corretas sejam abafadas, trazendo luz àquelas que prejudicam o todo. Um exemplo disso são os ataques ao agronegócio. A produção de alimentos é frequentemente atacada por pessoas que, muitas vezes, sequer sabem como o processo funciona.

Na última semana, a ativista Luisa Mell, reconhecida nacionalmente como uma das vozes que defende o direito dos animais, acabou dizendo em entrevista uma informação inverídica: de que o ovo seria a menstruação da galinha. “O ovo para quem não sabe é a menstruação da galinha, então não sei como as pessoas acham tão normal comer a menstruação de um bicho”, ela disse durante programa de rádio da Jovem Pan. Assista abaixo:

Nos comentários do canal da emissora, muitas pessoas se posicionaram contra a opinião de Luisa Mell. “Como uma rádio deixa ir a público um vídeo/programa assim a onde uma ‘atriz’ palpita tudo da área da Medicina veterinária de forma errônea… Senhor é um absurdo isso! É um misto de desinformação que essa Luísa Mel fala por segundo em relação a criação e reprodução…”, dizia um dos comentários. 

Ramon Pimenta (por meio do instagram @ramonpimentavet), médico-veterinário formado pela UFRRJ e Phd em Ciências, Tecnologia e Inovação em Agropecuária pela mesma instituição, respondeu ao comentário da ativista. “Que a informação correta seja amplamente divulgada, para que não tenhamos fake news relacionadas aos alimentos de origem animal. Antes de falar sobre um assunto, ainda mais se você não é da área, estude sobre ele!”, reforçou. Confira a publicação na íntegra:

Vamos lá; o ovo não é a menstruação da galinha. Para uma galinha mestruar ela deveria ter um útero revestido por um endométrio e gerar o pintinho dentro desse órgão. A menstruação seria a queda desse endométrio devido a renovação da camada, a menstruação marca o final do ciclo e início de um novo.

Na mulher ocorre todo mês, tendo o ciclo duração de 28 dias, a ovulação ocorre no 14°, e cada espécie possui suas particularidades hormonais de ciclo estral.

Então Ramon, o que seria o ovo? Na verdade é um pouco mais complexo, a gema seria o óvulo, enquanto a clara e também a gema são os nutrientes e anticorpos necessários para o desenvolvimento do pintinho, existem outras estruturas dentro do ovo como as calaza, membrana testácea, câmara de ar, casca e poros. A galinha é um animal fotoperiodo positivo, logo seu ciclo sofre influência direta da pineal/melatonina, traduzindo isso, a galinha cicla quando os dias são longos e noites curtas.

Baseado em diversos artigos e literaturas técnicas digo a vocês, e também a @luisamell, o ovo da galinha está mais para o óvulo liberado no 14° dia na mulher do que para a menstruação.

postagem vet

A postagem de Ramon Pimenta já tem mais de mil visualizações. Em entrevista ao portal feed&food, ele pontua que a produção animal está em constante evolução, assim como as tecnologias e a própria população. “A cada ano que passa o bem estar animal é levado para vez mais a sério, então mutias das coisas que atualmente são difundidas, até mesmo em documentários, ou não são verdadeiras ou são tecnologias que não são mais utilizadas”, diz.

Ele aconselha que, antes de qualquer coisa – não somente sobre a produção animal – todas as vezes que se for emitir alguma opinião, antes é preciso estudar. “Aos meios de comunicação, peço que convidem especialistas para o debate, e não apenas formadores de opinião ignorantes no assunto”, finaliza.

Febre aftosa: precisão evita reações vacinais

Ourofino participa da 59ª Expolondrina