in

Facta premia pesquisadores do setor avícola

Prêmio Lamas contou com categorias como sanidade, nutrição e produção

Prêmio Lamas contou com categorias como sanidade, nutrição e produção

O Prêmio Lamas foi entregue na última semana durante o encerramento da Conferência FACTA WPSA-Brasil. Na ocasião foram condecorados os melhores trabalhos inscritos nas categorias Nutrição, Sanidade, Produção e Outras Áreas.

O objetivo da premiação, além de homenagear os pesquisadores por seus trabalhos é de  divulgar ao setor os resultados do intenso trabalho de pesquisa e de experimentação desenvolvidos em Universidades e Centros de Pesquisa de todo o País, a fim de responder às questões levantadas pelo próprio setor produtivo.

O nome do Prêmio é uma homenagem ao Prof. Dr. José Maria Lamas da Silva, respeitado técnico da avicultura brasileira, mestre da Escola de Veterinária da Universidade Federal de Minas Gerais e formador de centenas de técnicos hoje militantes na avicultura brasileira.

Confira os ganhadores:

Sanidade

Vencedor: “Avaliação da disseminação temporal e resistência a antibióticos de isolados de Salmonella Heidelberg de lotes de aves comerciais do Brasil pela análise de genomas completos” – Vagner Ricardo Lunge, Universidade Luterana do Brasil (ULBRA).

Menção honrosa: “Quorum Sensing entre Lactobacillus spp. No controle de Salmonella Heidelberg em frangos de corte” – Adriano Sakai Okamoto, Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho”/UNESP.

Pôster: “Ação inibitória de L. plantarum e L. reuteri sobre o crescimento de Clostridium perfringens” – Larissa Justino, Universidade Estadual de Londrina (UEL).

Pôster: “Vigilância epidemiológica do vírus da doença de Newcastle em aves de subsistência localizadas na região Noroeste do estado de São Paulo” – Renato Luís Luciano, Instituto Biológico (IB – CEAV) – Centro Avançado de Pesquisa Avícola.

Nutrição

Vencedor: “Digestibilidade ileal estandardizada de aminoácidos em coprodutos do etanol de milho para frangos de corte” – Ana Beatriz Santos Oliveira, da Esalq/USP.

Vencedor: “Uso de metabólitos nutricionais na dieta de frangos de corte desafiados com salmonella Heidelberg” – Bárbara Colcetta, TECTRON.

Menção Honrosa: “Biodisponibilidade relativa do manganês em relação as fontes proteinato sulfato para frangos de um a 21 dias” – Tainá Brandão Lopes, Universidade Federal de Minas Gerais – UFMG.

Pôster: “Desempenho e digestibilidade ileal de frangos de corte alimentados com dietas contendo aditivo fitogênico Extrato de Castanheira (Castanea sativa Mill)” – Ellen Hatsumi Fukayama, BITA Tecnologia Animal.

Pôster: “Níveis de zinco no desempenho e resposta imune” – Juliana Cristina Ramos Rezende, Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” (UNESP).

Produção

Vencedor: “Efeitos da alta temperatura de incubação sobre o peso de órgãos vitais e a qualidade de pintos recém-eclodidos” –  Tayana Nery Franca, Universidade Federal da Bahia – UFBA

Menção Honrosa: “Custo ambiental associado ao processo produtivo de frangos de corte: usando a abordagem emergética” – Nilsa Duarte da Silva Lima, Universidade Estadual de Campinas – UNICAMP.

Pôster: “Efeitos da manipulação térmica pré-natal sobre os parâmetros zootécnicos de pintos recém-eclodidos” – Tais Pinheiro Borges Silva, Universidade Federal da Bahia – UFBA.

Pôster: “Incubação artificial de ovos de galinha caipira armazenados em ambiente não climatizado e refrigerador” – Verônica Letícia da Silva, Universidade do Oeste Paulista – UNOESTE.

Outras áreas

Vencedor: “Efeitos da vacina e probiótico in ovo sobre parâmetros de órgãos em pintos de corte recém-eclodidos” – Larissa Kiana Santos Azevedo Martins, Universidade Federal da Bahia – UFBA.

Menção: “Características sensoriais e preferência de consumo em filés de peito de frangos conforme o grau de severidade da Miopatia Wooden Breast” – Bruna Barreto Przybulinski, Universidade Federal da Grande Dourados – UFGD.

Pôster: “Mineração de padrão de comportamento sequencial para detectar estresse térmico em frangos de corte” – Tatiane Branco, Universidade Estadual de Campinas – UNICAMP.

Pôster: “Parâmetros hemogasométricos de pintos incubados em alta temperatura” – Tayana Nery Franca, Universidade Federal da Bahia – UFBA.

Fonte: A.I., adaptado pela equipe Feed&Food.

Sial China fecha com balanço positivo para o setor

BRF ingredients visa ampliar clientes na América Latina