in

Exportações de milho apresentam queda

Segundo a Anec, embarques do cereal em 2020 devem somar recuo de 20,8%

Segundo a Anec, embarques do cereal em 2020 devem somar recuo de 20,8%

Em um cenário de incertezas e movimentações, exportação brasileira de milho deverá recuar 20,8% na somativa de 2020. Como aponta a Associação Nacional de Exportadores de Cereais (Anec), volume deve alcançar 32,4 milhões de toneladas, 20,8% menos que em 2019.

Como explica a Associação, em 2019 (janeiro/dezembro) o acumulado alcançou o recorde de 41 milhões de toneladas. Neste ano, de janeiro a novembro, foram exportadas 29,5 milhões de toneladas, redução de 27,7% em relação aos 38,2 milhões de toneladas dos 11 primeiros meses de 2019.

Nas expectativas para dezembro, a entidade projetou embarques de 2,9 milhões de toneladas, em linha com o volume do mesmo mês do ano passado. Em relação ao total de novembro deste ano, de 4,9 milhões de toneladas, a queda chega a 40%.

Fonte: A.I., adaptado pela equipe feed&food.

Dezembro propicia alta dos preços do ovo

Exportação de soja cresce com robustez