in

Exportações de carne de frango registram alta de 15,3% em abril

Vendas acumuladas do ano registram alta de 4,92% em relação ao mesmo período de 2020

39038898 - modern chicken farm, production of white meat

As exportações brasileiras de carne de frango somaram 343,3 mil toneladas em abril. O montante, segundo dados compilados pela Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA), representa uma alta de 15,3% no volume embarcado.

Em relação a receita, o saldo é 18,2% maior que o registrado no mesmo período do ano passado, somando  US$ 610 milhões – melhor desempenho registrado nos últimos 16 meses.

Resultados do quadrimestre

No acumulado do ano (janeiro a abril), o total exportado pelo setor chegou a 1,432 milhão de toneladas, volume 4,92% superior ao alcançado no primeiro quadrimestre de 2020, com 1,365 milhão de toneladas. O saldo em dólares das exportações chegou a US$ 2,169 bilhões, número 0,9% superior ao registrado no mesmo período do ano passado, com US$ 2,151 bilhões.

Principais importadores

Entre os mais de 140 países importadores da carne de frango do Brasil, foram destaque em abril os embarques para África do Sul, com 26,4 mil toneladas (+30,6% em relação ao mesmo período de 2020), União Europeia, com 18,5 mil toneladas (+26,7%), Filipinas, com 16,2 mil toneladas (+170%), Rússia, com 13 mil toneladas (+140,1%), Coreia do Sul, com 12,3 mil toneladas (29,6%) e México, com 10,3 mil toneladas (+5445%).  

“Além dos mercados tradicionais, temos acompanhado a retomada de determinados mercados, como o México, e o crescimento dos patamares de compras de nações como Rússia e Filipinas. Os indicativos preliminares mostram que este patamar de exportações deve se repetir em maio. São números que ajudam a reduzir as perdas geradas pelo setor produtivo, com a forte especulação e alta dos custos de produção, principalmente devido aos preços do milho e da soja”, avalia o presidente da ABPA, Ricardo Santin.

Paraná em destaque

Ainda em Abril, o Paraná, principal Estado exportador do país, embarcou 156,1 mil toneladas (+10,91% em relação à abril de 2020), sendo seguido por Santa Catarina, com 84,1 mil toneladas (+11,93%), Rio Grande do Sul, com 61,4 mil toneladas (+11,3%), Goiás, com 20,6 mil toneladas (+46,25%) e São Paulo, com 18,7 mil toneladas (+4,74%).

Fonte: ABPA, adaptado pela equipe feed&food.

LEIA TAMBÉM:

Contínua valorização do milho afeta pecuaristas

Ourofino abre inscrições para programa de estágio

SP realiza Fórum sobre retirada da vacinação contra Febre Aftosa

Exportações de carne suína cresceram 35,1% em abril

Evonik lança nova solução de hidróxido de potássio 50%