in

Exportação do Agro em novembro soma US$ 8 bi

Carnes bovina, suína, frango e cereais foram responsáveis pelo valor

Carnes bovina, suína, frango e cereais foram responsáveis pelo valor

Em novo levantamento do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), referente ao mês de novembro de 2019, as exportações do agronegócio somaram US$ 8,21 bilhões. O valor representou alta de 1% em relação ao total exportado no mesmo mês do ano anterior (US$ 8,13 bilhões).

De acordo com a Secretaria de Comércio e Relações Internacionais do MAPA, o crescimento foi devido a expansão do quantum exportado (6%), onde o índice de preço das exportações caiu 4,7%. Neste período, as vendas externas do agronegócio representaram 46,6% do valor total exportado pelo Brasil, que resultou na quantia de US$ 17,60 bilhões (-16%).

Para a proteína animal, as exportações de carnes subiram 22,1% em novembro, passando de US$ 1,28 bilhão para US$ 1,56 bilhão. Índice alimentado pela alta demanda chinesa gerada pela a peste suína africana (PSA), resultando na soma de US$ 685,94 milhões.

No caso da carne bovina um novo recorde foi contabilizado, tanto em valor quanto em volume, graças a expansão do valor exportado em 36,9% em comparação a novembro de 2018, que resultou em US$ 844,56 milhões vendidos.  Para a carne de frango, a quantia foi acumulada em US$ 530,74 milhões em novembro de 2019 (+3%) e a carne suína, um aumento de 43,5% no mesmo período, chegando a US$ 148,39 milhões.

A China foi a principal importadora de carnes de frango e suína brasileira, com US$ 123,88 milhões (frango) ou 23,3% do total exportado e US$ 74,09 milhões (suínos) ou 50% do valor exportado pelo Brasil em novembro.

O milho também marcou grande presença do desenrolar do mês, onde foi responsável por US$ 722,54 milhões (+13,7%), o equivalente a 4,29 milhões de toneladas.

Fonte: ABPA, adaptado pela equipe feed&food.

Mercados de aves e suínos devem crescer em 2020

Cargill entra no ranking de melhores empresas