in

Exportação de frango sofreu queda de 9,5% em março

Em receita, baixa foi de 4,1%, chegando a US$ 564,8 milhões

Em receita, baixa foi de 4,1%, chegando a US$ 564,8 milhões

Os levantamentos realizados pela Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA) mostram que as exportações brasileiras de carne de frango alcançaram 340,5 mil toneladas em março, volume 9,5% inferior que as 376,2 mil toneladas exportadas no mesmo período do ano passado.

Já em receita, o embarque mensal alcançou US$ 564,8 milhões, saldo 4,1% menor que as vendas de março de 2018, quando foram obtidos US$ 589,1 milhões. No ano, o saldo acumulado é de 939,3 mil toneladas, número 7,6% inferior ao volume exportado no primeiro trimestre do ano passado, de 1,016 milhão de toneladas. 

“Apesar de inferior ao mesmo período do ano passado, o volume de exportações de março é superior ao saldo de fevereiro deste ano, e mostra o ritmo de crescimento das exportações mês a mês.  Neste contexto, o preço médio geral de março foi 5,5% superior ao mesmo período do ano passado, impulsionado especialmente pelas vendas do Oriente Médio e Ásia”, analisa o presidente da ABPA, Francisco Turra.

aves frangos alojamento_reproducao_1

Em receita, vendas alcançaram US$ 1,543 bilhão, desempenha 3,8% menor que o obtido em 2018, com US$ 1,604 bilhão (Foto: reprodução)

Os Emirados Árabes Unidos se destacaram no mês, com importações de 36,3 mil toneladas, 23% a mais na comparação com março de 2018.  Catar também incrementou suas compras, com total mensal de 7,4 mil toneladas. Já as vendas para a União Europeia também cresceram no mês passado, chegando a 20,3 mil toneladas.  

A China, que lidera o mercado nacional, também incrementou suas compras no mês, chegando a 41,7 mil toneladas. “Além da consolidação da China como principal destino da carne de frango brasileira, a forte elevação das vendas para os Emirados Árabes indicam a sustentação do fluxo de produtos halal no Oriente Médio”, ressalta o diretor-executivo da ABPA, Ricardo Santin.

Fonte: ABPA, adaptado pela equipe feed&food.

Nutron foi homenageada durante o SBSA

Secretário de aquicultura questiona estudo