Patrocinado
AVICULTURA

Conteúdo

Exportação de carne de frango cresce 10,6%

feedfood

Ao considerar todo os produtos, entre in natura e processados, as exportações brasileiras de carne de frango somaram 379,2 mil toneladas em fevereiro. Montante representa alta de 1,3% no total registrado no mesmo período de 2022, quando foram embarcadas 374,5 mil toneladas.

Como explica a Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA), em receita, a alta chega a 11,1%, com US$ 736,3 milhões em fevereiro deste ano, contra US$ 663 milhões no segundo mês do ano anterior.

No acumulado do ano, as vendas de carne de frango alcançaram 800,1 mil toneladas, número 10,6% maior do que o total alcançado no primeiro bimestre de 2022, com 723,7 mil toneladas. No primeiro bimestre, as vendas chegaram a US$ 1,593 bilhão, superando em 24,5% o total registrado no ano anterior, com US$ 1,280 bilhão.

“A demanda internacional pelo produto brasileiro segue em alta, com pontuais mudanças sendo compensadas pela elevação das compras de outros países importadores.  Neste ano, vimos mercados tradicionais, como China e União Europeia, retomarem protagonismo no desempenho dos embarques de carne de frango do Brasil, indicando uma tendência de comportamento de compras que deve se manter ao longo de 2023”, avalia o presidente da ABPA, Ricardo Santin.

Entre os principais destinos, está a China, que importou 111,7 mil toneladas no primeiro bimestre, volume 23,2% superior ao registrado no mesmo período de 2022, com 90,6 mil toneladas, seguida pela Arábia Saudita, com 62,4 mil toneladas (+71,9%), e África do Sul, com 61,7 mil toneladas (+9,6%).

Fonte: ABPA, adaptado pela equipe Feed&Food.

LEIA TAMBÉM:

Projeto piloto visa conservação de grandes felinos e proteção de rebanhos bovinos

Produção sem antibióticos: o que extrair do exemplo europeu?

Caso de ‘vaca louca’ não afeta mercado de consumo