Pesquisar
Close this search box.
Patrocinado
BOVINOCULTURA

Conteúdo

Evento possibilita reunião de pecuaristas latino-americanos

feedfood

Ao reunir quase duas mil pessoas, Beefday 2022 marcou encontro de participantes de diferentes países, como Brasil, Argentina, Uruguai, Paraguai e Colômbia. Encontro ocorreu em Colina, no interior do Estado de São Paulo, no dia 17 de agosto.

A terceira edição, denominada ‘A ciência a favor do campo’, contou com 19 palestrantes, 9 estações técnicas, 40 patrocinadores, 28 estandes e uma área de alimentação com foco em carne de qualidade.  Segundo a Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (APTA) Regional de Colina (SP), responsável pelo evento junto do Grupo de Estudos em Produção de Ruminantes GEPROR), ele cresceu muito neste ano, mas sem perder a qualidade e o foco que é o pecuarista.

Como diferencial, a programação técnica do dia de campo incorporou toda a cadeia de produção pecuária e levou para o palco importantes discussões sobre manejo, tecnologia, mercado e escolhas produtivas. Se destacaram os seguintes pontos: ação imersiva de monitoramento eletrônico, diferentes tipos de silagem e desossa técnica ao vivo.

As palestras, como destaca a APTA, mostraram como obter eficiência alimentar no confinamento, a importância do planejamento na recria, o impacto da programação fetal para o desempenho do bezerro, os prejuízos do estresse térmico, as escolhas entre fêmeas jovens e machos diante do mercado exigindo qualidade da carne, o creep-feeding e seus efeitos sobre o bezerro e a vaca, a tendência da RIP (Recria Intensiva a Pasto), os caminhos da sustentabilidade na pecuária e mais.

Fonte: A.I, adaptado pela equipe Feed&Food. 

LEIA TAMBÉM:

Por ‘Net Zero até 2040’, JBS receberá Troféu Curuca

Embarques de carne de frango apresentam alta de 6%

Grupo Mantiqueira receberá Troféu Curuca de sustentabilidade