Patrocinado
EVENTOS

Conteúdo

Evento internacional de pesca será realizado em Belém no Pará

IFC Amazônia visa contribuir para o desenvolvimento da pesca e aquicultura como uma alternativa sustentável
feedfood
FOTO: REPRODUÇÃO

Patrícia Bragante, da redação

Patricia@ciasullieditores.com.br

No mês de dezembro será realizado, entre os dias 03 e 05, o IFC Amazônia (abreviação do  International Fish Congress & Fish Expo Brasil – IFC Brasil), um evento com três dias de congresso e feira de tecnologias e negócios, focado no setor produtivo. A inciativa tem como objetivo contribuir para o desenvolvimento da pesca e aquicultura como uma alternativa sustentável para a Amazônia. O encontro irá acontecer no Hangar Centro de Convenções e Feiras da Amazônia em Belém, no Pará.

Durante a palestra de abertura, estará presente o vice-diretor de pesca da Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO) de Roma, Aldo Len, assim como o presidente do IFC Brasil, Altemir Gregolin. O encontro visa tratar do desenvolvimento da pesca e aquicultura do mercado internacional e do papel que a Amazônia tem na oferta de pescado e na sustentabilidade florestal.

“Nós temos a maior reserva de água doce do mundo e precisamos preservar a floresta, que é um patrimônio do Brasil e do mundo. Nada melhor do que produzir pescado, que não necessita da derrubada das árvores para manter a floresta em pé”, destaca o presidente do IFC Brasil, Altemir Gregolin.

FOTO: REPRODUÇÃO
Presidente do IFC Brasil, Altemir Gregolin (FOTO: REPRODUÇÃO)

Para a CEO do IFC Amazônia, Eliana Panty, melhorar a gestão da pesca e da aquicultura é fundamental para garantir que as gerações futuras continuem a se beneficiar dos recursos hídricos e do ecossistema como um todo.

A produção de peixes em larga escala é uma alternativa sustentável e altamente viável economicamente. De acordo com Eliana, o Brasil tem tudo para se posicionar como player global nesta proteína. 

Segundo a profissional, nem mesmo os cenários de incerteza nas cadeias de valor e comércio globais, nem os preços de energia, insumos e rações que tem impactado diretamente nos custos.  Nada freou o crescimento da produção de pescados brasileiros e isso já começa projetar o País como fornecedor global para mais uma proteína, além do frango, do boi e do suíno.

FOTO: REPRODUÇÃO
CEO do IFC Amazônia, Eliana Panty (FOTO: REPRODUÇÃO)

“Nós esperamos impactos concretos, não só no avanço dessa concepção da produção sustentável, mas também na construção dos caminhos para chegar a isso”, relata Gregolin, e complementa: “esperamos que o setor produtivo adote essa estratégia, se prepare, se capacite, e que os governos dos países da região amazônica e dos estados, os quais estarão participando, adotem políticas públicas que estimulem a produção sustentável de pescado”.

O encontro será realizado todos os anos em edições anuais. “No próximo, nós vamos avançar para um IFC Latam, ou seja, Latinoamérica. E em 2025, que é o ano da COP30 no Pará, nós estaremos realizando o IFC Global”, explicou Gregolin ao compartilhar como pretende evoluir o evento ao decorrer dos anos.

O presidente ainda deixou um convite para que o setor produtivo, não só da região amazônica, mas de todo o Brasil, esteja presente no congresso: “Será um evento extraordinário, com muito conteúdo, conhecimento e tecnologia. Uma experiência única, que é exatamente experimentar o que tem de melhor na cidade de Belém, no Pará”.

FOTO: REPRODUÇÃO
Presidente do IFC Brasil, Altemir Gregolin, e a CEO do IFC Amazônia, Eliana Panty (FOTO: REPRODUÇÃO)

As inscrições para o IFC Amazônia são gratuitas e podem ser realizadas através do site, clique aqui e acesse.

LEIA TAMBÉM:

PIB do agro tem avanço acumulado de 0,5% em 2023

Ações brasileiras são destaque nas Conferências da FAO

Uso de tanino reduz emissão de GEE em 17% na pecuária