Patrocinado
BOVINOCULTURA

Conteúdo

Preço da carne bovina e do boi gordo em 2024 é avaliado

Altas não devem chegar às máximas vistas no começo de 2023
feedfood
Foto: reprodução

As estimativas para o mercado da carne bovina com destaque ao preço da proteína foram avaliadas por alguns analistas da Scot Consultoria e da Safras & Mercado, visando o ano de 2024.

O analista de proteína animal na Scot, Felipe Fabbri, explicou que quanto aos preços é difícil cravar algo.

“Se ocorrerem altas, elas não devem chegar às máximas vistas no começo de 2023, que ficaram entre R$280 e R$290 por arroba, e vão depender de outros fatores no meio do caminho como demanda doméstica, exportação e oferta de boiadas”, afirmou o analista.

FOTO: REPRODUÇÃO
Altas nos preços não devem chegar às máximas vistas no começo de 2023 (FOTO: REPRODUÇÃO)

Ainda de acordo com Fabbri, o descarte de matrizes deve se manter elevado, mas a reposição deve dar sinais de recuperação. Para ele, a safra de 2024 refletirá a estação de monta de 2022, primeiro ano de descarte de matrizes no País.

“A reposição deve começar a dar sinais de aumento nos preços de forma mais intensa antes dos preços do boi gordo”, destacou o analista.

Já por outro lado, na avaliação de Fernando Iglesias da Safras, 2024 será um ano de transição, com o preço do boi gordo um pouco mais elevado.

“Não vamos ver um descarte tão agressivo, mas de qualquer forma, haverá um bom volume disponibilizado para abate, com uma queda de apenas 1%, algo pouco expressivo”, pontuou Iglesias.

Fonte: Money Times, adaptado pela equipe FeedFood.

LEIA TAMBÉM:

PIB do agro tem avanço acumulado de 0,5% em 2023

Ações brasileiras são destaque nas Conferências da FAO

Uso de tanino reduz emissão de GEE em 17% na pecuária