in

Estiagem: Tereza Cristina visitará Santa Catarina

Encontro com profissionais do setor visa avaliar os impactos da estiagem no meio rural

Em período de forte estiagem, ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), Tereza Cristina, visitará Santa Catarina para avaliar os impactos da estiagem no meio rural. A iniciativa está programada para ocorrer na quarta-feira (12), às 16h, no Centro de Cultura e Eventos Plínio Arlindo De Nes.

O encontro, que também contará com a participação do governador Carlos Moisés, tem como mote a conversa com prefeitos e lideranças do agronegócio catarinense.

“A ministra aceitou o nosso convite e virá a Santa Catarina para acompanhar de perto os impactos da estiagem. Em três anos, o Governo do Estado investirá mais de R$ 300 milhões para incentivar a reserva de água nas propriedades rurais catarinenses. Temos programas com condições especiais e grandes descontos, criando as condições necessárias para que cada propriedade rural faça seu sistema de captação de armazenagem de água, além da proteção de fontes e nascentes. Nós criamos ações efetivas, com soluções de longo prazo”, destaca o secretário de Estado da Agricultura, da Pesca e do Desenvolvimento Rural, Altair Silva.

Durante 2022, o Programa SC Mais Solo e Água terá R$ 100 milhões disponíveis para ampliar a resistência hídrica no meio rural e minimizar os impactos das recorrentes estiagens. Além disso, existe a sinalização da Assembleia Legislativa de mais R$ 50 milhões para reforçar ações.

Vale ressaltar que este será o segundo ano consecutivo que o Governo destina recursos para o combate à estiagem. Em 2021, foram R$ 100 milhões em investimentos, que beneficiaram mais de 2,4 mil agricultores e 100 prefeituras.

Fonte: A.I, adaptado pela equipe feed&food.

LEIA TAMBÉM:

Suinocultura deve encerrar ano com bons números

Avicultura se mostra robusta em produção, exportação e consumo

FAESP comemora fim de embargo chinês à carne bovina

milho

Retração do produtor resulta em alta do milho

ovo

Embarques de ovos crescem 81,5% em 2021