Patrocinado
MERCADO

Conteúdo

Estado de São Paulo passa a compor pacto pela governança da água  

Documento foi assinado pelo governador Tarcísio de Freitas na última terça-feira (25) 
feedfood
agua

Ao ser o primeiro Estado do Sudeste a firmar parceria, São Paulo compõe Pacto pela Governança da Água. Documento foi assinado pelo governador Tarcísio de Freitas na última terça-feira (25).  

A cerimônia, realizada no Palácio dos Bandeirantes, na capital paulista, contou com participação de todos os membros da Diretoria Colegiada da Agência Nacional de Águas e Saneamento Básico (ANA). São eles: a diretora-presidente, Veronica Rios; a diretora Ana Carolina Argolo; o diretor Filipe Sampaio; o diretor Mauricio Abijaodi; e o diretor interino Luis André Muniz. Com a assinatura, São Paulo se tornou o primeiro estado do Sudeste a firmar a parceria. Também já aderiram ao Pacto outras oito unidades da Federação: Amapá, Amazonas, Tocantins, Piauí, Maranhão, Mato Grosso, Ceará e Pernambuco. 

 
O Pacto, elaborado pela ANA, tem como objetivo promover a governança da água para garantir a oferta do recurso em quantidade e qualidade para os brasileiros no presente e no futuro. Nesse sentido, a iniciativa da Agência Nacional de Águas e Saneamento Básico também visa a fortalecer institucional e operacionalmente a gestão de recursos hídricos em âmbito estadual, assim como melhorar a articulação da União com os estados e o DF em prol da governança das águas no País. 

“Queremos replicar cada vez mais as iniciativas como as que São Paulo tem tomado para melhorar a governança das águas no País”, destacou a diretora-presidente da ANA, Veronica Rios, durante o evento.  

Para o governador, Tarcísio de Freitas, o pacto vai ao encontro do plano de governo do Estado, que está focado na gestão dos recursos hídricos, no saneamento básico, na universalização da prestação do serviço, no estabelecimento de uma forte governança e na gestão de barragens. “Vai ser muito bom para o Estado de São Paulo e uma referência para todo o Brasil”, afirmou.  

Fonte: AI, adaptado pela equipe FeedFood.

LEIA TAMBÉM:

Após crise, suinocultura entra em fase de recuperação

Estimativas pesqueiras preveem 78 mil pirarucus até novembro

Missão busca fortalecer laços no Japão e Coreia do Sul