Pesquisar
Close this search box.
Patrocinado
MERCADO

Conteúdo

Energy Óleo Vaccinar atende animais monogástricos

feedfood
VACCINAR 1

Nos últimos anos, o mercado de nutrição animal foi afetado pelas oscilações nos custos das matérias-primas e pela falta de certos ingredientes. Como os investimentos com a alimentação animal representam de 60% a 80% do valor da produção, segundo a Especialista em Pesquisa e Desenvolvimento da Vaccinar, Tabyta T. Sabchuk, é importante conhecer e utilizar diferentes insumos nas formulações para que não afetem a digestibilidade e o desempenho zootécnico.

“Como a energia é um dos componentes mais onerosos da dieta, é fundamental ter disponíveis fontes de lipídeos com melhor custo-benefício e com boas características nutricionais”, observa a Especialista. Uma boa opção é o óleo ácido de soja, também conhecido como ácido graxo de soja. Ele é um dos coprodutos da soja, que é um dos principais grãos produzidos no país.  

O óleo ácido de soja é uma matéria-prima rica em ácidos graxos, como o ácido palmítico, ácido oleico, ácido linoleico e linolênico, sendo os dois últimos essenciais para os animais. Entretanto, eles não são sintetizados de maneira suficiente no organismo dos animais, o que torna necessária sua presença na dieta. “Os ácidos linoleico e linolênico exercem funções importantes no metabolismo do animal e a sua carência pode levar à perda da integridade de membranas, descamação da pele e problemas reprodutivos”, alerta.

Tabyta explica que as linhagens modernas de alto desempenho têm elevada demanda energética, o que favorece a inclusão de óleos e gorduras nas dietas. Estudos mostram que a suplementação de energia é uma prática utilizada para melhorar o consumo e a densidade energética das rações, bem como reduzir a taxa de passagem do alimento no trato gastrointestinal como o incremento calórico e o estresse pelo calor, além de melhorar a conversão alimentar.

Estudos também demonstraram que o consumo de ração, ganho de peso e conversão alimentar foram semelhantes entre frangos de corte suplementados com o óleo ácido de soja e com as demais fontes utilizadas, como o óleo de soja.

Expertise e atendimento

A Especialista conta que o Energy Óleo Vaccinar atende os animais monogástricos. Este ingrediente é produzido na planta de Nova Ponte, em Minas Gerais, dedicada à fabricação de gorduras.

Além do mais, a companhia possui um Departamento de Nutrição com profissionais altamente gabaritados que desenvolvem aditivos, premixes e rações, bem como dão suporte às formulações personalizadas para os clientes. “Dessa forma, caso haja dúvida na utilização do Energy Óleo ou qualquer produto da linha Vaccinar é só entrar em contato com o Departamento Comercial, que irá direcionar o cliente para o Departamento Técnico”, observa a Especialista.

Fonte: A.I, adaptado pela equipe feed&food.

LEIA TAMBÉM:

Suinocultura deve encerrar ano com bons números

Avicultura se mostra robusta em produção, exportação e consumo

FAESP comemora fim de embargo chinês à carne bovina

Patrocinado
Patrocinado