in

DSM comercializará aditivo redutor de metano

Bovaer® recebeu aprovação regulamentar total das autoridades brasileiras e chilenas

DSM

A DSM, empresa global baseada em ciência para nutrição, saúde e vida sustentável, recebeu aprovação regulamentar total das autoridades brasileiras e chilenas para comercializar o Bovaer®, seu novo aditivo para rações que reduz o metano para ruminantes. Essas primeiras autorizações de mercado, contemplando carne bovina, laticínios, ovinos e caprinos, representam um marco significativo para a DSM.

A intensa colaboração entre cientistas e parceiros externos em todo o mundo tornou o Bovaer® uma realidade. Esse esforço, conhecido como Projeto Clean Cow (Vaca Limpa), abrangeu mais de 10 anos, 45 testes em fazendas, em 13 países e em 4 continentes, e mais de 48 estudos revisados por pares publicados em revistas científicas independentes. Após as primeiras aprovações regulatórias, a DSM pode agora começar a apresentar sua inovação revolucionária ao mercado.

Mauricio Adade, presidente da DSM América Latina, comenta: “Estamos entusiasmados por termos obtido essas autorizações no Brasil e no Chile, o que torna a América Latina o primeiro continente a obter aprovações para o Bovaer®. Estamos muito satisfeitos que as autoridades regulatórias brasileiras e chilenas avaliaram o Bovaer® de forma criteriosa e eficiente ao mesmo tempo, e incluíram todos os ruminantes e carne bovina e laticínios em sua aprovação. Um teste de carne bovina com Bovaer® na Universidade Estadual de São Paulo (UNESP) no Brasil, conduzido em 2016-2017, mostrou reduções de emissão de metano entérico de até 55%, o que destaca o potencial do Bovaer® para uma pecuária radicalmente mais sustentável na América Latina. Estamos ansiosos para colaborar com os setores agrícolas do Brasil e do Chile para reduzir ainda mais sua pegada de carbono”.

Mark van Nieuwland, Diretor de Programa da DSM, continua: “O recente relatório sobre as mudanças climáticas do IPCC é um grande alerta para todos nós sobre o poder irreversível do aquecimento global. Nele, o IPCC (Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas) também afirmou que uma rápida redução das emissões de metano poderia reduzir a propagação do aquecimento global no curto prazo e ter um efeito positivo na qualidade do ar. Sabemos que os setores agropecuários reconhecem essa oportunidade de mudança e estão ansiosos para agir. Estamos muito entusiasmados em agora expandir gradualmente nossas atividades de comercialização e preparar nossa cadeia de suprimentos com um foco especial no Brasil e no Chile e finalizar novos modelos de negócios para trazer este produto exclusivo ao mercado, enquanto reconhecemos os produtores por seus esforços na redução das emissões de metano”.

Às vésperas da COP26, fica ainda mais claro que precisamos agir agora para que possamos chegar até a metade do século com emissão líquida zero, como estipulado pelo Acordo de Paris. Por isso, ver o comprometimento da indústria do agronegócio, setor fundamental para a economia brasileira, é algo relevante para nós e para o mundo. Neste contexto, a iniciativa da DSM para reduzir a emissão de metano do rebanho bovino por meio da sua alimentação mostra uma solução empresarial alinhada aos desafios que temos pela frente, sendo também uma resposta efetiva para a transição a uma economia NET Zero”, destaca Marina Grossi, presidente do Cebeds – Conselho Empresarial Brasileiro para o Desenvolvimento Sustentável.

E entre a comunidade científica o produto também é aprovado. “A suplementação com Bovaer® é uma estratégia eficiente para reduzir as emissões de metano por gado de corte de terminação em confinamento, sem efeitos adversos no desempenho”, afirma Ricardo Reis, professor da UNESP – Universidade Estadual Paulista, que realizou pesquisas com o produto.

A necessidade de fornecer proteína animal suficiente para uma população em crescimento, ao mesmo tempo que reduz os custos ambientais da agricultura, requer ciência inteligente e soluções inovadoras. Para enfrentar esse desafio, o negócio de Nutrição e Saúde Animal da DSM lançou no ano passado sua iniciativa estratégica ‘We Make it Possible’. Sua missão é liderar uma transformação robusta e exequível em todo o mundo na produção sustentável de proteína animal e acelerar soluções que promoverão um futuro mais brilhante. A introdução do Bovaer® no mercado é um passo importante na concretização desta iniciativa estratégica.

Fonte: A.I, adaptado pela equipe feed&food.

LEIA TAMBÉM:

Grupo Bayer no Brasil terá primeira mulher presidente

J.A Saúde Animal comunica falecimento de Diretor-Executivo

BRF reduz em 4% consumo de água e economiza 473 milhões lt

ovos

Embarques de ovos sofreram retração em agosto

BRF investirá em unidade na cidade de Marau (RS)