in

Diretoria da Somevesc realiza visita ao Nucleovet

Ação teve como objetivo aproximar as entidades, os profissionais e alinhar ações para o setor

Aproximar as entidades, os profissionais e alinhar ações para o setor. Esse foi o objetivo de visita, nesta semana, da Sociedade Catarinense de Medicina Veterinária (Somevesc) ao Núcleo Oeste de Médicos Veterinários e Zootecnistas (Nucleovet). O presidente da Somevesc, Adil Knackfuss Vaz, e o primeiro secretário, Peter Johann Bürger, foram recebidos pelo presidente do Nucleovet, Luiz Carlos Giongo, e pelo integrante do Conselho Deliberativo, Denis Rech.

Os diretores da Somevesc estão visitando os cursos de Medicina Veterinária da região oeste de Santa Catarina, apresentando a entidade e estimulando os estudantes a participarem dos núcleos regionais após a formatura. Na reunião com o Nucleovet, foi discutida proposta da Somevesc unir comissões de estudo nos temas de saúde única (união entre a saúde animal, humana e ambiental), ética e bem-estar, além da realização de cursos de capacitação profissional em parceria com universidades.

Giongo entregou ao presidente da Somevesc o e-scrapbook “Vetor de Desenvolvimento”, lançado neste mês nas comemorações de 50 anos do Nucleovet, e relatou as principais ações da entidade que tem a finalidade de promover o aperfeiçoamento de médicos veterinários e zootecnistas, promoção e compartilhamento do conhecimento e de tecnologias voltadas para o agronegócio.

O Nucleovet promove três dos principais eventos técnicos do Brasil e da América Latina: o Simpósio Brasil Sul de Avicultura (SBSA), o Simpósio Brasil Sul de Suinocultura (SBSS) e o Simpósio Brasil Sul de Bovinocultura de Leite (SBSBL). Esses eventos são referência em transferência de conhecimentos, aperfeiçoamento da classe, desenvolvimento de novas tecnologias, assim como troca de experiências nessas áreas. Neste ano, devido a pandemia, os eventos estão sendo realizados no formato virtual, com recorde de público. O SBSA ocorreu em abril, o SBSS em agosto e o SBSBL acontecerá entre os dias 9 e 11 de novembro.

Aliado ao trabalho em prol da categoria, o Nucleovet também promove ações para a sociedade. Tradicionalmente, doa parte do valor das inscrições dos Simpósios para entidades. Entre 2020 e 2021, destinou importante quantia em dinheiro para o combate da covid-19 (principalmente ao Hospital Regional do Oeste – HRO) e coordenou uma campanha de proteínas animais que arrecadou mais de uma tonelada de carne para diversas entidades.

Giongo frisou que o Nucleovet foi um dos primeiros núcleos criados, atendendo uma solicitação da Somevesc, que queria implantar associações regionais da classe em Santa Catarina. “Receber a diretoria, relatar nossas ações e alinhar estratégias conjuntas são importantes para fortalecer a categoria e para contribuirmos, efetivamente, para o desenvolvimento do Estado”, pontuou

Melhoramento genético será tema de Webinar da Marfrig

Agricultura precisa de políticas de proteção e estímulo