in

Demandas internas e externas da soja seguem em alta

Neste cenário, preços do grão seguem em patamares recordes nominais no mercado brasileiro

Em contínua ascensão, preços da soja seguem em patamares recordes nominais no mercado brasileiro, conformem indicam dados coletados pelo Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea), da Esalq/USP (Cepea).

De acordo com o Cepea, entre 16 e 23 de abril, os Indicadores ESALQ/BM&FBovespa – Paranaguá e CEPEA/ESALQ Paraná subiram 1,7% e 1,61%, respectivamente, “indo para R$ 180,96 e R$ 174,5/sc de 60 kg na sexta-feira (23).

Ainda como pontua o Centro de Estudos, os recordes nominais das respectivas séries, de R$ 181,2/sc e R$ 175,64/sc, foram registrados na quinta-feira (22). “O impulso vem das demandas interna e externa aquecidas e, especialmente, das valorizações internacionais. Quanto às exportações, dados preliminares da Secex mostram que a média diária de embarque de soja em grão na parcial deste mês está quase 30% acima da observada em abril/20. Até o momento (11 dias úteis), foram exportadas 10,6 milhões de toneladas. O avanço no mercado externo, por sua vez, está atrelado ao baixo excedente da safra 2020/21 nos Estados Unidos – produtores daquele país estão retraídos para novos negócios. O clima desfavorável à semeadura de soja da safra 2021/22 nos EUA também elevou os valores da oleaginosa”, destaca a instituição.

Fonte: Cepea, adaptado pela equipe feed&food.

Preço do milho mantém alta e produtividade preocupa

suinos

Vetanco promove Semana da Saúde Respiratória para suínos