in

Cresce número de startups no agronegócio brasileiro

Análise comparativa ao período de 2019 mostra ascensão de 40%

Tecnologia

Não é novidade que o agronegócio brasileiro não para, mas como prova disso, o Radar Agtech Brasil 2020/2021 constatou crescimento no número de startups dentro do setor. Análise comparativa ao período de 2019 mostrou ascensão de 40%.

Segundo o documento, elaborado em parceria com a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), SP Ventures e Homo Ludens Research and Consulting e também contou com apoio do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), o País já conta com 1.574 startups atuando no agronegócio.

Neste cenário, mesmo em um ano de pandemia, o levantamento afirma que há um número de startups ativas 40% maior em comparação ao Radar Agtech Brasil 2019. “O estado de São Paulo mantém a liderança em quantidade de agtechs, com 48% do total, mas a Região Nordeste foi onde o estudo encontrou o maior número de novos empreendedores, em comparação com a edição de 2019”, ressalta o documento.

Segundo a Embrapa, a nova versão do Radar Agtech Brasil, que será lançada em 28 maio, também identificou 78 instituições que investiram e apoiaram o empreendedorismo de startups do setor agropecuário no Brasil, possibilitando o acesso a oportunidades de incubação, aceleração e investimentos.

“Essa informação é crucial para que as startups consigam obter recursos e capital para atingir suas metas de crescimento. Além disso, foi explicitado quais são as 223 agtechs nacionais beneficiadas pelas instituições que aportaram recursos financeiros e/ou de gestão, com destaque para a Região Sudeste, sendo que 62% delas estão no estado de São Paulo”, afirma a Empresa.

Futuro

A pesquisa reforça também que, o mapeamento atualizado das startups traz o panorama nacional das empresas de base tecnológica para o agronegócio, contribuindo para dar maior visibilidade ao ecossistema de empreendedorismo e apoiar as políticas públicas.

Ficou interessado e quer saber mais? Leia o conteúdo completo no site da Embrapa. Clique aqui.

Fonte: A.I, adaptado pela equipe feedfood.

LEIA TAMBÉM:

Contínua valorização do milho afeta pecuaristas

Ourofino abre inscrições para programa de estágio

SP realiza Fórum sobre retirada da vacinação contra Febre Aftosa

Em evento, Ceva aborda prevenção de Laringotraqueíte

febre aftosa

SAA reitera prazo final de vacinação contra aftosa em SP