in

Cotações dos ovos apresentam menor patamar desde janeiro

Demanda cada vez mais enfraquecida no mercado interno é um dos motivos

ovo

Após quedas consecutivas, cotações dos ovos apresentam menor patamar desde janeiro de 2021, como aponta o Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea), da Esalq/USP.

De acordo com o Cepea, isso tem ocorrido com a oferta em elevação e a demanda cada vez mais enfraquecida no mercado interno, fazendo com que as cotações dos ovos comerciais enfrentem baixa desde o fim de abril. Foi registrado, nesta segunda quinzena de maio, “o menor patamar desde o dia 2 de janeiro deste ano”.

“Nesse cenário, muitos agentes têm concedido descontos para efetivar vendas e reduzir sobras da produção, pressionando ainda mais os valores. Na ponta final da cadeia, o ritmo de vendas diminuiu ainda mais com o início da segunda quinzena do mês, quando o poder de compra dos consumidores é geralmente menor e a procura por ovos se enfraquece”, explica o Centro de Estudos.

Fonte: A.I, adaptado pela equipe feedfood.

LEIA TAMBÉM:

Contínua valorização do milho afeta pecuaristas

Ourofino abre inscrições para programa de estágio

SP realiza Fórum sobre retirada da vacinação contra Febre Aftosa

Suínos: Sanphar oferece produto que inibe multiplicação bacteriana

Ausência de comprador para soja destaca queda dos preços