in

Cobb-Vantress promove workshop

Evento aconteceu entre os dias 01 e 04 de outubro, em Guapiaçu (SP)

Evento aconteceu entre os dias 01 e 04 de outubro, em Guapiaçu (SP)

A Cobb-Vantress, Inc., uma das principais fornecedoras de matrizes de frangos de corte e serviços técnicos para o setor avícola, promoveu, entre 01 e 04 de outubro, a segunda edição 2019 do Workshop de Processamento e Abate de aves. Direcionado a profissionais técnicos da área de abate das empresas clientes, o evento foi realizado na sede da companhia, em Guapiaçu (SP), e compartilhou informações técnicas para aumento de rendimentos, redução de perdas e otimização de resultados na etapa final da cadeia avícola com mais de 70 participantes.

Para ministrar melhores práticas sobre o tema, com a visão de resultados positivos de clientes em todo o mundo, a Cobb recebeu os especialistas Mike Casto e David Beavers, que integram o Suporte Técnico Mundial. Os palestrantes compartilharam dados técnicos e cases de clientes que obtiveram bons resultados a partir das técnicas indicadas pela equipe Cobb. Casto abordou melhores práticas nos processos de  “Depena, Escalda e Evisceração – Impactos no rendimento e na qualidade, enquanto Beavers apresentou melhores práticas nos processos de  “Pendura, Insensibilização e Sangria”.

“Muitas vezes, as orientações mais básicas são as que mais surtem efeito nos resultados, por isso não podem ser desconsideradas. A uniformidade, por exemplo, é um ponto crítico do processo de abate”, explicou David Beavers.

Da equipe em atuação na região sul-americana, foram palestrantes no evento o Diretor-associado de Produto, Rodrigo Terra, com apresentação sobre como a genética contribuirá para melhores rendimentos no frango; o Especialista em Pesquisa e Testes de Performance, Conrado Monteiro, que abordou maximização de resultados no manejo pré-abate; o Especialista em Plantas de Abate e Qualidade, Eder Barbon, apresentou controle integrado de Salmonella e Resfriamento de Carçacas; e o Especialista Mundial em Nutrição, Vitor Brandalize, que enfocou atualizações sobre Wooden Breast (Peito madeira) e White Stripes.

O workshop recebeu também participações de palestrantes convidados, como Ricardo Pivatto, Gerente técnico da Meyn, com foco em Novas Tecnologias no processo de abate de aves; Marcia Ferarri, Gerente de qualidade da Copacool  abordou Programa de qualidade em planta de abate de aves e  Autocontrole como Ferramenta de Segurança e Atendimento a Requisitos; Rui Vargas,  Vice-presidente da ABPA (Associação Brasileira de Proteína Animal), enfocou os Desafios da Indústria; e Pedro Henrique Tomazi, Gerente de Negócios da Zinpro, que falou sobre Nutrição, Rendimento e Qualidade de Carcaça. Lérida Vargas, Gerente industrial da Lar Cooperativa Agroindustrial, compartilhou com os participantes um case de sucesso em sua companhia.    

“Ao promover eventos com esta temática, nossa proposta é fornecer informações atualizadas e específicas para o aumento de rendimento do processo de abate, onde ainda existem oportunidades de melhoria. A experiência de nossos especialistas mundiais agrega no sentido de enriquecer a experiência brasileira com práticas de sucesso comprovado em outras regiões do globo”, avaliou Especialista em Plantas de Abate e Qualidade da Cobb, Eder Barbon.

Fonte: A.I., adaptado pela equipe feed&food.

Ministra fala sobre barreiras na exportação de carne

Inimigo oculto na pecuária intensiva